UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Edital nº 36/2013 - PIBIC-AF - Edital nº 36/2013 - PIBIC-AF

Este edital não possui texto de chamada.



EDITAL Nº 36, DE 05 DE JUNHO DE 2013

 
 

O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, no uso de suas atribuições, torna público o presente edital de abertura de inscrições, visando à seleção de candidatos ao PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CNPq NAS AÇÕES AFIRMATIVAS (PIBIC-AF), para vigência no período de agosto de 2013 a julho de 2014.

 
  1. PROCEDIMENTOS PARA A INSCRIÇÃO

De 10 a 25 de junho de 2013.

Documentos necessários para a inscrição, via SIGPROJ:

a)      Plano de trabalho do aluno cadastrado no Programa de Ações Afirmativas da PREAE, vinculado ao projeto de pesquisa do qual o orientador seja coordenador ou membro da equipe;

 
  1. REQUISITOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA
Quanto ao orientador

a)      Possuir título de mestre ou doutor;

b)      Possuir regime de trabalho de dedicação exclusiva (DE);

c)      Não estar licenciado/afastado da UFMS, por qualquer motivo, por mais de seis meses no período de vigência do plano de trabalho do aluno;

d)      Ser membro de grupo de pesquisa credenciado no Diretório de Grupos de Pesquisa/CNPq e certificado pela instituição;

e)      Apresentar plano de trabalho do aluno com viabilidade técnica e financeira, vinculado a projeto de pesquisa cadastrado no SIGPROJ e aprovado pela Comissão de Pesquisa da CPQ/PROPP com vigência mínima até 31 de julho de 2014e do qual o orientador é coordenador oufaça parte da equipe;

f)        Escolher e indicar para bolsista o aluno com perfil e desempenho acadêmico compatível com as atividades previstas, observando princípios éticos e de conflitos de interesse;

g)      Comprometer-se a orientar o aluno em todas as fases do trabalho científico;

h)      Comprometer-se a acompanhar os alunos no Encontro de Iniciação Científica – Processo de Avaliação do PIBIC 2014 da UFMS em datas e condições a serem definidas;

i)        Assegurar-se de haver condições físicas para a execução do plano de trabalho.

Poderão também participar do PIBIC-AF como orientadores: os servidores técnico-administrativos com título de doutor, os detentores de bolsas de Desenvolvimento Científico Regional e PNPD, e os professores Visitantes, desde que suas atividades sejam desenvolvidas na UFMS, que o projeto de pesquisa relativo à atividade esteja cadastrado no SIGPROJ/CPQ/PROPP e que o período da iniciação científica esteja compreendido na vigência da bolsa/salário do orientador;

Quanto ao projeto de pesquisa do orientador

2.3.1.      O projeto de pesquisa deve estar cadastrado na plataforma SIGPROJ/CPQ/PROPP, já aprovado pela Comissão de Pesquisa da UFMS até o dia 10 de junho de 2013 e com vigência mínima até 31 de julho de 2014.

Quanto ao plano de trabalho

2.4.1.      O orientador deverá submeter um plano de trabalho para cada aluno, de no máximo seis páginas, conforme formulário;

2.4.2.      O plano de trabalho deverá fazer parte do projeto de pesquisa ao qual o orientador esteja vinculado, de forma que possa ser executado no período de agosto de 2013 a julho de 2014.

 
  1. NÚMERO DE VAGAS POR ORIENTADOR

Os professores com doutorado poderão solicitar até duas bolsas e com mestrado poderão solicitar uma bolsa.

Caso o orientador apresente mais solicitações de PIBIC-AF que o permitido pelo item 3.1, as excedentes serão desclassificadas;

 
  1. PROCESSO SELETIVO DO PIBIC-AF:

A pontuação da proposta será composta por pontuação de titulação do orientador (2,00 para doutor e 1,00 para mestre), nota do plano de trabalho do aluno (de 0,00 a 6,00) e indicação de aluno cadastrado no programa de Ações afirmativas da PREAE (0,00 caso o orientador ainda não indique o aluno e 2,00 caso já indique o aluno). A pontuação da proposta será dada pela soma das pontuações obtidas nestes 3 quesitos.

A análise e pontuação da proposta serão feitas pelo Comitê interno de IC da UFMS. A cada plano de trabalho do aluno o Comitê atribuirá nota global de 0,00 a 6,00, considerando mérito científico e exequibilidade da proposta. Será classificada como Recomendada (R) a proposta com pontuação entre 5,00 e 10,00 e será classificada como Não Recomendada (NR) a proposta com nota inferior a 5,00. Essa pontuação definirá a classificação do orientador em relação ao número de quotas de bolsas para cada área e as propostas recomendadas constituirão a demanda qualificada;

A distribuição das bolsas, outorgadas pelo CNPq para a UFMS, será feita proporcionalmente à demanda qualificada por grande área do conhecimento (Ciências Biológicas e da Saúde; Ciências Humanas e Sociais; e Ciências Exatas e Tecnológicas).

A classificação das solicitações incluídas na demanda qualificada, por grande área do conhecimento, obedecerá ao seguinte critério:

·        Maior pontuação da proposta.

Distribuição das bolsas

 Definida a demanda qualificada, a distribuição nas três grandes áreas e os nomes dos      inscritos dispostos em ordem decrescente de pontuação, proceder-se-á à distribuição das bolsas obedecendo à ordem de classificação, contemplando primeiramente uma bolsa por orientador com proposta recomendada, havendo ainda disponibilidade de bolsas a segunda bolsa (para doutor) poderá ser concedida ao orientador, segundo também a ordem de classificação;

A classificação preliminar será divulgada na página da PROPP, www.propp.ufms.br , até           o dia 25 de julho de 2013.

 
  1. CALENDÁRIO DO PROCESSO SELETIVO                         

       Eventos                                                             Período

1.      Inscrição                                                      15 a 30 de junho de 2013   

2.      Análise da proposta pelo                             01 a 15 de julho de 2013

Comitê Interno de Iniciação

Científica da PROPP

3.      Divulgação da classificação                         17 de julho de 2013

Preliminar

4.      Período para reconsiderações                       18 a 19 de julho de 2013

5.      Resultado final do julgamento                       25 de julho de 2013

6.      Indicação do aluno para                                 Na própria proposta ou até o dia

implementação da bolsa                                      30 de julho de 2013

 
 
6. DISPOSIÇÕES GERAIS

6.1. A documentação e as informações prestadas pelo candidato e seu orientador serão de inteira responsabilidades destes, sendo passível de exclusão do processo seletivo aquele que não fornecer documentação de forma completa, correta e legível e/ou que fornecer dados comprovadamente inverídicos;

6.2. O valor da bolsa é fixado pelo CNPq;

6.3. A bolsa concedida não implica vínculo empregatício com qualquer dos órgãos financiadores;

6.4. A UFMS poderá cancelar, suspender ou solicitar devolução da bolsa a qualquer momento, caso se verifique o não cumprimento das normas estabelecidas;

6.5. Para quisquer esclarecimentos relativos a este edital, os interessados deverão procurar a Coordenadoria de Pesquisa/INIC, à qual cabe conduzir o processo de seleção;

6.6. Fazem parte das normas deste Edital as disposições do Termo de Compromisso e do manual do PIBIC/CNPq, independentemente de transcrição;

6.7. Os casos omissos serão analisados pelo Comitê interno de Iniciação Científica da PROPP.

           
 
 
 
 
DERCIR PEDRO DE OLIVEIRA