UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

03/2012 - PIBEV / UFRJ - Edital 03/2012 - Programa Institucional de Bolsas de Eventos

Edital 03/2012 - Programa Institucional de Bolsas de Eventos - 



UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO
 
EDITAL Nº 03/2012
PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EVENTOS – PIBEV
 
A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ), por intermédio da PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO (PR-5), convoca a Comunidade Universitária da UFRJ a participar do Edital de Bolsas de Eventos edição 2012, de acordo com as condições definidas neste edital.
 
1. OBJETIVOS
                O Edital de Bolsas de Eventos tem como objetivos:
1.1. Apoiar a realização de Eventos no âmbito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que contribuam para o debate, a divulgação e/ou desenvolvimento de ações específicas ou integradas de Ensino, Pesquisa e Extensão, de forma a fortalecer a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão no âmbito das Unidades e dos Centros da UFRJ;
1.2. Promover o envolvimento e a cooperação de docentes, técnico-administrativos em educação e estudantes em atividades de construção e divulgação do saber, favorecendo a integração entre a UFRJ e os outros setores da sociedade, oportunizando assim uma maior democratização do saber.
2. DEFINIÇÕES
2.1. No contexto deste edital, define-se Evento como:
“Ação que implica na apresentação e/ou exibição pública, livre ou com clientela específica, do conhecimento ou produto cultural, artístico, esportivo, científico e tecnológico desenvolvido, conservado ou reconhecido pela Universidade” (FORPROEX, 2007).
2.2. O Evento pode ser caracterizado como: campanhas em geral, campeonato, ciclo de estudos, circuito, colóquio, concerto, conclave, conferência, congresso, concurso, debate, encontro, espetáculo, exposição, feira, festival, fórum, jornada, lançamento de publicações e produtos, mesa redonda, mostra, olimpíada, palestra, recital, semana de estudos, seminário, simpósio e torneio, que congreguem pessoas em torno de objetivos específicos. A seguir apresentamos a classificação (tipos) de eventos e definições:
CLASSIFICAÇÃO
DEFINIÇÃO
Congresso e Seminário
Evento de âmbito regional, nacional ou internacional, em geral com duração até 7 dias, que reúne participantes de uma comunidade científica ou profissional ampla.
O congresso é realizado como um conjunto de atividades (mesas redondas, palestras, conferências, apresentação de trabalhos, cursos, minicursos, oficinas/workshops). Os cursos incluídos no congresso, com duração igual ou superior a 8 horas devem, também, ser registrados e certificados como curso.
Incluem-se nessa classificação eventos como Conferência Nacional, Reunião Anual, Seminário, Encontro, Simpósio Jornada, Colóquio, Fórum, etc.
Ciclo de debates
 
Encontros seqüenciais que visam a discussão de temas específicos.
Inclui: Ciclo, Circuito, Semana.
Exposição
 
Exibição pública e promoção de obras de arte, produtos, serviços, etc. Tais como: Feira, Salão, Mostra, Lançamento, Vernissage.
Espetáculo
 
Demonstração pública de eventos artísticos e culturais, tais como: Recital, Concerto, Show, Apresentação teatral, Exibição de cinema e televisão, Musicais e interpretação musical.
Evento esportivo
Inclui: campeonato, torneio, olimpíada, apresentação esportiva.
Festival
 
Série de ações/eventos ou espetáculos artísticos, culturais ou esportivos, realizados concomitantemente, em geral em edições periódicas.
Campanhas
Ação pontual de mobilização que visa a um objetivo definido.
 
3. PROPONENTES
3.1. Poderão ser proponentes docentes ou técnico-administrativos em educação da carreira de nível superior que fazem parte do quadro permanente da UFRJ. As propostas de eventos deverão ser aprovadas pela Unidade, Centro ou equivalente na qual o coordenador estiver vinculado.
3.2. Cada proponente só poderá coordenar até dois eventos.
4. RECURSOS FINANCEIROS E VIGÊNCIA DAS BOLSAS
4.1- No âmbito deste edital serão comprometidos recursos financeiros para 500 (quinhentas) bolsas de eventos destinadas a estudantes de graduação da UFRJ, no valor unitário de R$ 180,00 (cento e oitenta reais) ao mês, com vigência para o ano de 2012.
4.2- As bolsas concedidas aos eventos terão carga horária semanal de 10 (dez) horas e duração de no mínimo um mês e no máximo três meses.
4.3. Os eventos deverão ter contrapartida da(s) Unidade(s), dos Centros (quando for o caso) e/ou instituições envolvidas, sob a forma de apoio operacional e de infra-estrutura.
5. INSCRIÇÃO
5.1. As propostas deverão ser enviadas pelos coordenadores via internet por meio do uso da plataforma eletrônica SIGPROJ - disponibilizada no endereço http://sigproj1.mec.gov.br/
5.2. Todas as propostas de eventos concorrentes deverão cumprir os procedimentos acadêmicos da UFRJ, devidamente aprovados nas instâncias competentes;
5.2.1. Somente serão aceitas propostas que tenham sido aprovadas pelas instâncias acadêmicas (Unidades ou Centros ou equivalente) ao qual o coordenador está vinculado;
5.2.2. As propostas aprovadas devem ser transmitidas pelo SIGPROJ até às 23horas e 59 minutos, horário de Brasília, da data limite de submissão de propostas (item 10).
5.2.3. O responsável pelo envio receberá, imediatamente após o envio, um recibo eletrônico de protocolo da sua proposta enviada.
5.2.4. A PR-5 não se responsabilizará por propostas não recebidas em decorrência de eventuais problemas técnicos e congestionamento das linhas de comunicação.
6. ELABORAÇÃO DAS PROPOSTAS
6.1. Os documentos integrantes da proposta deverão atender às seguintes exigências:
  1. Preenchimento do formulário de proposta, disponível no site http://sigproj1.mec.gov.br;
  2. Explicitação detalhada dos fundamentos teóricos que a orientaram, bem como caracterização e justificativa;
  3. Clareza e precisão dos objetivos definidos;
  4. Explicitação dos procedimentos metodológicos;
  5. Indicação do público-alvo e do número estimado de pessoas beneficiadas;
  6. Cronograma de execução;
  7. Descrição do processo de acompanhamento e avaliação, com a explicitação dos indicadores e da sistemática de avaliação;
  8. Explicitar o plano de trabalho de cada bolsista ou grupo de bolsistas;
  9. Comprovação da experiência acadêmica da equipe executora, a qual deverá ser composta majoritariamente por docente, técnico-administrativos em educação e estudantes da UFRJ. O coordenador da equipe executora, bem como os demais membros deverão obrigatoriamente ter o seu Currículo Lattes preenchido e atualizado;
  10. O proponente poderá coordenar até duas propostas, não estando impedido de participar de outras propostas como membro da equipe;
  11. Detalhamento da infra-estrutura existente para a execução da proposta;
  12. Anexar documento comprobatório de aprovação da proposta pela instância acadêmica ao qual está vinculado, assinado pelo Diretor da Unidade e pelo coordenador.
  13. Anexar documento comprobatório da previsão de crédito para as atividades de extensão nos Projetos Pedagógicos de Cursos de Graduação, quando for o caso.
6.2. Todas as informações prestadas pelo coordenador estarão sujeitas à comprovação.
7. PROCESSO DE ANÁLISE E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS
7.1. O processo de avaliação será realizado por uma Comissão de Avaliação instituída pela Pró-Reitoria de Extensão, que terá como atribuições organizar e sistematizar o resultado da avaliação.
7.1.1. Caso algum dos membros da comissão estiver coordenando ou integrando a equipe do evento inscrito no edital, o mesmo não poderá ter acesso a avaliação da proposta.
7.1.2. Os integrantes da comissão deverão manter sigilo sobre o seu trabalho e as identidades dos consultores de cada projeto.
7.2. A Comissão de Avaliação solicitará pareceres de consultores ad hoc (docentes e técnico-administrativos da carreira de nível superior oriundos de todos os Centros da UFRJ e das demais Pró-Reitorias Acadêmicas (PR-1 e PR-2), com atuação em ensino, pesquisa e extensão.
7.2.1. Caberá aos consultores avaliar e emitir parecer consubstanciado acerca das propostas recebidas.
7.2.2. Os consultores não poderão avaliar propostas provenientes da sua instância acadêmica.
7.3. Cada proposta será avaliada por dois consultores ad hoc, havendo a interveniência de um terceiro, quando houver divergência nas pontuações dadas pelos dois primeiros.
7.3.1.Cada proposta deverá ser avaliada obrigatoriamente por um consultor do Centro ao qual a mesma estiver vinculada, não podendo uma mesma proposta ser avaliada exclusivamente por representantes de um mesmo Centro.
7.4. A avaliação será realizada considerando-se os quesitos identificados na tabela de pontuação:
 
Tabela de Pontuação
 
CRITÉRIOS DE ANÁLISE E JULGAMENTO
NOTA
PESO
1.      
Relevância do evento:
A proposta deve demonstrar a relevância do evento para a comunidade a que se destina bem como a importância para a área de conhecimento que trata o evento.
0 a 3
2
2.      
Contribuição:
Contribuição para divulgação do conhecimento ou produto cultural, artístico, esportivo, científico e tecnológico produzido na UFRJ.
0 a 3
2
3.      
Adequação da infraestrutura:
A proposta deve evidenciar que os proponentes receberam ou irão receber auxílio financeiro de quaisquer outras instâncias de fomento e/ou especificar a infraestrutura existente na Unidade ou Centro de origem do coordenador para realização do evento.
0 a 3
1
4.      
Resultados:
Resultados esperados.
0 a 3
2
5.      
Cronograma
Viabilidade do cronograma de execução
0 a 3
1
6.      
Periodicidade do evento:
A proposta deve demonstrar que o evento tem periodicidade e não trata de proposta esporádica ou quando se tratar da primeira edição, demonstrar que se pretende manter o evento com periodicidade.
0 a 3
1
7.      
Currículo:
Qualificação e experiência do coordenador/equipe na temática do evento
0 a 3
1
 
Na atribuição de cada conceito será considerada a seguinte escala de valoração:
 
Quadro de conceitos a serem atribuídos às propostas
CONCEITO
DESCRIÇÃO
0
Não tem informações na proposta apresentada
1
Atende superficialmente, com informações vagas nas justificativas
2
Atende parcialmente, com detalhamento dos itens contemplados
3
Atende completamente, com detalhamento completo de todos os itens.
 
7.5.  As propostas serão classificadas de acordo com a média ponderada dos quesitos atribuídos por cada consultor ad hoc
7.6. Em caso de empate na pontuação provisória e final será considerada a maior pontuação obtida nos seguintes quesitos, obedecida a ordem de prioridade estabelecida:
  1. Relevância do evento;
  2. Contribuição;
  3. Adequação da infraestrutura;
  4. Resultados;
  5. Periodicidade do evento;
  6. Currículo do coordenador.
7.7. Os coordenadores de eventos aprovados, após ampla divulgação, deverão selecionar os estudantes aos quais serão destinadas as bolsas, observando os seguintes requisitos:
a.        Estar regularmente matriculados em cursos de graduação da UFRJ, no ano letivo em curso;
b.       Ter disponibilidade de horário para execução das atividades propostas;
c.        Não ter sido anteriormente excluídos de nenhum Programa Institucional de Bolsas, devido a desempenho insatisfatório.
7.8. Os coordenadores deverão enviar na data estabelecida pela PR-5 a seguinte documentação dos bolsistas selecionados:
  1. Formulário de registro do bolsista (disponível na página da Pró-Reitoria de Extensão)
  2. Histórico Escolar.
8. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS E PEDIDOS DE INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS
8.1. Será desclassificada do resultado provisório a proposta que:
  1. não atender ao quesito 1 da tabela de pontuação;
  2. não atingir o mínimo de 50% (cinquenta por cento) do total de pontos possíveis, de acordo com a tabela de pontuação.
8.2. O julgamento e a classificação provisória e final são atos exclusivos da Comissão de Avaliação que, em conseqüência, reserva-se o direito de desclassificar as propostas em desacordo com este edital ou ainda, que se revelarem manifestamente inexeqüíveis.
8.3. Durante o processo de análise, a Comissão de Avaliação poderá recomendar adequações às propostas.
8.4. Os resultados (preliminar e final) do julgamento das solicitações de bolsas serão divulgados na página da PR-5 (http://www.pr5.ufrj.br). 
8.5. Será admitido recurso contra o resultado provisório, que deverá vir assinado pelo coordenador da proposta.
a.       O recurso após assinado deverá ser escaneado – em formato PDF – e anexado à mensagem eletrônica.
b.       O recurso deverá ser remetido para o endereço eletrônico eventos@pr5.ufrj.br com o seguinte título para o campo assunto: RECURSO CONTRA O RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL PIBEV 2012.
c.       Os recursos devem ser enviados até às 23 horas e 59 minutos, horário de Brasília, da data limite da interposição de recursos (item 10).
8.6. A decisão dos recursos será dada a conhecer, coletivamente, por meio de divulgação do resultado final a ser publicado na página da PR-5.
8.7. A PR-5 não se responsabiliza por recursos não recebidos em decorrência de eventuais problemas técnicos e congestionamento nas linhas de comunicação nem por documentos corrompidos.
8.8. Durante o processo de análise dos recursos, a Comissão de Avaliação poderá recomendar adequações nas propostas.
9. DISPOSIÇÕES FINAIS
9.1.   A solicitação de bolsas e posterior indicação do bolsista implicarão a aceitação, pelo orientador/coordenador e pelo estudante, das normas contidas neste Edital.
9.2.  Situações não previstas neste Edital serão tratadas pela Comissão de Avaliação do PIBEV.
9.3. A Pró-Reitoria de Extensão se reserva o direito de reconsiderar o número de bolsas PIBEV durante a execução dos projetos, tendo como base a análise decorrente do acompanhamento técnico dos mesmos, devendo os coordenadores ser avisados com antecedência mínima de 30 dias.
9.4.  Informações adicionais sobre o PIBEX poderão ser obtidas na Divisão de Eventos da Pró-Reitoria de Extensão – PR-5 - Prédio da Reitoria – Sala 815 – Campus Fundão - http://www.pr5.ufrj.br/pibex.html / endereço eletrônico: eventos@pr5.ufrj.br / Tel. 2598-9691.
10.    CRONOGRAMA
10.1. Eventos de 01/03/2011 a 30/06/2011
Recebimento das propostas pelo SIGPROJ: de 16/01 a 09/03/2012
Avaliação das Solicitações pelos consultores/avaliadores ad hoc: 13 a 16/03/2012
Sistematização das avaliações pela Comissão: 19/03/2012
Divulgação do resultado preliminar: 20/03/2012
Encaminhamento de pedidos de reconsideração do julgamento: 21 a 22/03/2012
Avaliação dos pedidos de reconsideração do julgamento: 23/03/2012
Divulgação do resultado final: 27/03/2012
10.2. Eventos de 01/07/2012 a 31/11/2012
Recebimento das propostas pelo SIGPROJ: de 02 a 31/05/2012
Avaliação das Solicitações pelos consultores/avaliadores ad hoc: 04 a 12/06/2012
Sistematização das avaliações pela Comissão: 13 e 14/06/2012
Divulgação do resultado preliminar: 15/06/2012
Encaminhamento de pedidos de reconsideração do julgamento: 18 a 20/06/2012
Avaliação dos pedidos de reconsideração do julgamento: 21 e 22/06/2012
Divulgação do resultado final: 25/06/2012
Rio de Janeiro, 06 de janeiro de 2012.
 

Pablo Cesar Benetti
Pró-Reitor de Extensão