UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Edital 15/2011-Projeto Rondon - Edital 15/2011-PROEC/UEMS - Projeto Rondon

Este edital não possui texto de chamada.



Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários.

Divisão de Extensão

 

EDITAL N° 15/2011 PROEC/UEMS

 

 

A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários no uso de suas atribuições legais, torna público, para conhecimento da comunidade acadêmica, o Edital n° 15/2011 - PROEC/UEMS, das ações de extensão a serem desenvolvidas nas Unidades Universitárias da UEMS, válidas como pré-requisito para a participação em Operações do Projeto Rondon Nacional.

 

1.      OBJETIVO

 

1.1        Selecionar propostas de ações de extensão na forma de projetos a serem desenvolvidos nas Unidades Universitárias da UEMS, de acordo com este Edital.

1.2        Contribuir para a formação extensionista de alunos e professores.

1.3        Selecionar, dentre os participantes vinculados `a UEMS, aqueles que formarão a(s) equipe(s) que representará(ão) a UEMS em edições futuras do Projeto Rondon Nacional.

 

2.      PRAZOS

 

1.1        Período de submissão de propostas via SIGProj: até 25 de maio de 2011.

1.2        Período de recebimento da proposta impressa na Divisão de Extensão/PROEC: até 27 de maio de 2011.

1.3        Divulgação das propostas selecionadas: a partir de 6 de junho de 2011.

1.4        Desenvolvimento das ações de extensão pelas Unidades Universitárias da UEMS: junho a novembro de 2011.

1.5        Encaminhamento do Relatório Final das propostas desenvolvidas: até 10 dias após o término da proposta.

 

3        CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

 

3.1 Poderão apresentar propostas para este Edital:

 

3.1.1 Alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação, que estejam cursando a partir do segundo ano. Os discentes deverão ter obrigatoriamente o acompanhamento de um docente orientador do quadro efetivo da UEMS que fará a supervisão do desenvolvimento das ações e se responsabilizará pelos recursos eventualmente captados e a respectiva prestação de contas.

 

3.2 Poderão participar como membros da equipe executora:

 

3.2.1 Docente do quadro efetivo da UEMS, cedido ou visitante sem quaisquer pendências em ações de Extensão ou com o Programa Institucional de Bolsa Extensão – PIBEX, como orientador.

 

3.2.2        O docente convocado, com experiência em uma das áreas envolvidas no projeto, como colaborador.

 

3.2.3        Comunidade externa à UEMS, como colaboradores.

 

 

4        APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA

 

4.1  As propostas deverão ser preenchidas diretamente no Sistema de Informação de Extensão – SIGPROJ (http://sigproj.mec.gov.br). Para logar no sistema é necessário estar cadastrado no SIGProj. O cadastro pode ser realizado, clicando em “ainda não sou cadastrado” para obtenção da senha de acesso ao Sistema. Com o CPF e a senha, logar, clicar em “elaborar/editar atividades”, cadastrar o projeto e o submeter.

 

4.2  Após a submissão no SIGPROJ e aprovação no Colegiado do Curso/chefia imediata e Gerência da Unidade, a proposta deverá ser impressa, devidamente assinada, anexado o número de protocolo gerado automaticamente pelo SIGPROJ, e encaminhada via malote (Unidades Universitárias UEMS) ou entregue na Divisão de Extensão/PROEC (sede UEMS, Bloco A, segundo piso).

 

4.3  Propostas de projetos com o tempo mínimo de execução das ações junto ao público alvo de três meses e máximo de seis meses.

 

4.4  Só serão aceitas propostas de projetos, via on-line pelo SIGProj - http://sigproj.mec.gov.br.

 

4.5  Não serão aceitas propostas de ações elaboradas e encaminhadas em arquivos no formato Word.

 

5  DA PROPOSTA DE TRABALHO

5.1 A proposta de trabalho deverá abranger uma ou mais áreas temáticas da extensão universitária, conforme segue: Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Saúde, Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho.

 

5.2 A proposta deverá apresentar um diagnóstico com os problemas do local, bairro, instituição ou município, direcionado a uma ou mais áreas temáticas escolhidas em que atuará o proponente ou, se for o caso, a equipe.

 

5.3 Cada diagnóstico poderá subsidiar uma ou mais propostas de trabalho em um mesmo projeto e deverá seguir o modelo estabelecido no SIGProj.

 

5.4 Cada projeto deverá acrescentar no SIGProj item “Informações relevantes para avaliação da proposta”: a) o Diagnóstico; b) o Retorno esperado para a comunidade; e c) um Cronograma das Atividades Previstas conforme Anexo I deste Edital.

 

5.5 Havendo mais de um aluno envolvido no projeto, o item “Metodologia e Avaliação” deverá incluir, em seu detalhamento, a qual(is) aluno(s) compete a responsabilidade de desenvolvimento de cada uma das ações previstas.

 

5.6 Visando à perspectiva de seleção futura para uma Operação do Projeto Rondon Nacional, cada membro da equipe do projeto será avaliado individualmente na sua ação.

 

5.7 A proposta de trabalho deverá ser elaborada por aluno(s) com um professor do quadro efetivo como orientador, o qual constará como membro da equipe de execução.

 

6  RECURSOS FINANCEIROS

 

6.1  As propostas de Projetos de Extensão poderão, ou não, prever a captação de recursos financeiros por meio de inscrições e/ou recursos de terceiros, em conformidade com as Resoluções, COUNI-UEMS Nº. 289/2005, CEPE-UEMS Nºs. 579 e 580/2005.

 

6.2  As propostas não poderão prever ônus para a UEMS.

 

7 ELABORAÇÃO DA PROPOSTA

 

As propostas ao EDITAL Nº. /2011 – PROEC/UEMS deverão atender às seguintes diretrizes específicas:

 

7.1 De natureza acadêmica – Mérito Acadêmico:

 

7.1.1 Cumprimento ao preceito da indissociabilidade, extensão, ensino e pesquisa, caracterizada pela integração da ação desenvolvida à formação técnica e cidadã do estudante e pela produção e difusão de novos conhecimentos e novas metodologias, de modo a configurar a natureza extensionista da proposta;

7.1.1        Interdisciplinaridade com ações interprofissionais, com consistência teórica e operacional que permita a estruturação das diversas ações de extensão;

7.1.2        Impacto na formação do estudante – técnico-científica, pessoal e social; e

7.1.3        Geração de produtos ou processos, como publicações, monografias, abertura de novas linhas de extensão, ensino e de pesquisa.

 

7.2   De relação com a sociedade – Mérito Social:

 

7.2.1  Impacto social, pela ação transformadora sobre os problemas sociais, contribuição à inclusão de grupos sociais, ao desenvolvimento de meios e processos de produção, inovação e transferência de conhecimento e à ampliação de oportunidades educacionais, facilitando o acesso ao processo de formação e de qualificação;

7.2.2  Relação dialógica, multilateral com os outros setores da sociedade, pela interação do conhecimento e experiência acumulados na academia com o saber popular e pela articulação com organizações de outros setores da sociedade, com vistas ao desenvolvimento de sistemas de parcerias interinstitucionais; ou

7.2.3  Contribuição na formulação, implementação e acompanhamento das políticas públicas prioritárias ao desenvolvimento regional e nacional.

 

8 REQUISITOS PARA ADMISSÃO

 

8.1  A proposta de ação de extensão deverá estar de acordo com as Resoluções COUNI Nº. 289/2005, Resoluções CEPE Nºs. 579 e 580/2005, disponível no website da PROEC (www.uems.br/proec/dex).

 

8.2  O coordenador/proponente da proposta de extensão não deverá possuir quaisquer pendências em relatórios parciais e finais de atividades de extensão na PROEC.

 

9       ANÁLISE E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS

 

9.1 Caberá à Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários a análise e julgamento das propostas recebidas.

 

9.2 Os critérios de julgamento considerarão o diagnóstico, a coerência, a metodologia, o cronograma de atividades conforme Itens 5.3, 5.4 e 5.5 deste Edital.

 

9.3 Concluído o julgamento das propostas será divulgado via Edital o resultado final da seleção.

10   ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO

 

10.1 O acompanhamento das propostas dar-se-á por intermédio de:

 

10.1.1 Análise do relatório final de atividades;

10.1.2 Verificação “in loco” das ações em desenvolvimento;

 

11           DOS RELATÓRIOS

 

11.1          O Coordenador da ação deverá elaborar o relatório final de atividades e encaminhá-lo à DEX/PROEC via Coordenação do Curso e Gerência da Unidade Executora para análise e aprovação do relatório;

11.2          O Relatório de atividade deverá atender ao disposto nos artigos 30, 34, 35 e 36 da Resolução CEPE/UEMS Nº. 579/2005 e ainda:

11.3          No que diz respeito ao Mérito Social:

11.3.1    Identificação das ações concretas que caracterizem o atendimento aos objetivos definidos para projetos de Extensão, no âmbito social;

11.3.2    Identificação do impacto social com os indícios das transformações após a execução da ação ocorrida.

 

11.4          No que diz respeito ao Mérito Acadêmico:

11.4.1    Identificação das ações realizadas que caracterizam avanços na área de ensino e pesquisa para os discentes e docentes envolvidos;

11.4.2    Identificação das ações concretas que se assemelhem às ações apresentadas no item 5 deste edital;

11.4.3    Identificação de ações concretas que traduzam experimentação de alternativas metodológicas no trabalho comunitário e no ensino;

11.4.4    Identificação de ações realizadas que traduzam atitudes pró-ativas diante dos desafios e limites da realidade do público-alvo.

 

12          DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

12.1    Os casos omissos serão resolvidos pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários.

12.2    Mais informações podem ser obtidas através do e-mail uemsprojetorondon@yahoo.com.br .

 

Dourados, 25 de abril de 2011.

 

 

 

Profª Dra. Beatriz dos Santos Landa

Pró-Reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários

PROEC/UEMS

 

 

Edital 15/2011 – PROEC/UEMS

 

ANEXO I

 

 


 

Plano de atividades – AÇÕES PREVISTAS

2011

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez