UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

PEG 2010 - Edital de Projeto de Ensino de Graduação - Fluxo Contínuo

Este edital não possui texto de chamada.



EDITAL PREG N° 58, DE 15 DE ABRIL DE 2010.

PROJETO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO – FLUXO CONTÍNUO

 

O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições e considerando a Resolução COEG n° 57, de 19 de março de 2010, torna público o Edital de Fluxo Contínuo de Projeto de Ensino de Graduação (PEG 2010), cujas propostas terão de ser submetidas por meio do Sistema de Informação e Gestão de Projetos (SIGPROJ/MEC) – http://sigproj.mec.ufms.br, a serem executadas em 2010, de acordo com as condições definidas neste Edital.

 

1. OBJETIVO

 O presente Edital  tem por objetivo instituir por fluxo contínuo o desenvolvimento de Projetos de Ensino de Graduação sem ônus para a Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), constituindo um mecanismo de sistematização e operacionalização de iniciativas e experiências pedagógicas, com vistas à efetivação da melhoria estrutural, organizacional e funcional do ensino.

 

2. PRAZOS

2.1. Vigência do Edital: de 20/04/2010 a 31/12/2010, período em que a Divisão de Apoio Pedagógico (DIAP/PREG) estará recebendo as propostas de projetos para avaliação.

2.2. Submissão das propostas para avaliação da Comissão de Ensino de Graduação (Copeg): com antecedência mínima de 30 (trinta) dias da data prevista para o início das atividades.

2.3. Divulgação dos resultados: até 15 (quinze) dias, conforme cronograma de reuniões da Copeg, quando observados os trâmites estabelecidos nos artigos 17 e 18 da Resolução COEG n° 57, de 19 de março de 2010.

 

3. PROPONENTES

3.1. Poderão ser proponentes de propostas de projetos de ensino, docentes que integram o quadro efetivo de servidores da UFMS.

3.2. Será permitido, excepcionalmente, ao docente temporário, apresentar proposta de PEG, desde que haja coincidência entre o vínculo institucional e a vigência do PEG.

3.3. Caracterizam-se como colaboradores, docentes, discentes, servidores técnico-administrativos e outros profissionais da área externos à Instituição.

 

4. ELABORAÇÃO DAS PROPOSTAS

 4.1 As propostas dos projetos deverão atender as seguintes linhas diretivas:

4.1.1 implementação de iniciativas ou experiências metodológicas que visem à efetiva melhoria do processo de ensino;

4.1.2 dinamização dos componentes curriculares do Projeto Pedagógico do Curso:

a) disciplinas;
b) estágio obrigatório e não-obrigatório;
c) prática de ensino;
d) atividades complementares;
e) trabalho de conclusão de curso; e
f) Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)

4.1.3 produção de material didático-pedagógico de apoio às disciplinas dos cursos de graduação.

4.2. As propostas não cadastradas no SIGPROJ/MEC, conforme este Edital, não serão aceitas pela Comissão de Projetos de Ensino de Graduação (COPEG).

4.3. A propostas deverão ser aprovadas pelos Conselhos de Departamentos ou Colegiado de Curso, quando não houver, e também pela unidade de origem, até a data limite de vigência deste Edital e anexados ao SIGPROJ/MEC.

4.4. O(s) Plano(s) de Ensino da(s) disciplina (s) conforme a proposta do projeto deverá(ão) ser anexado(s) no SIGPROJ.

4.4. As propostas dos projetos deverão ser impressas a partir do SIGPROJ/MEC e encaminhadas à DIAP/CDA/PREG, observado o item 2.2 e também o item 4.3.

 

5. REQUISITOS PARA ADMISSÃO

5.1. As propostas deverão estar de acordo com as Normas Regulamentares de Projeto de Ensino de Graduação da UFMS, Resolução COEG n° 57, publicada em 9/4/2010, e disponível no website da PREG (www.preg.ufms.br).

5.2. As propostas deverão estar devidamente assinadas pelo coordenador do projeto.

5.3. As propostas dos PEG deverão conter os anexos descritos abaixo, dispensando o encaminhamento à DIAP/CDA/PREG:

 - Resolução da aprovação da proposta do PEG pela unidade de origem;

 - Resolução de proposta de aprovação do PEG pelo Conselho de Departamento ou Colegiado de Curso.

 - Plano de Ensino das disciplinas envolvidas da proposta do PEG.

5.4. A aprovação de uma nova proposta de PEG coordenada por um mesmo docente fica condicionada à aprovação do relatório do PEG já executado.

 

6. DOCUMENTAÇÃO A SER ENCAMINHADA PARA DIAP/CDAPREG

 6.1. As propostas de PEG deverão ser impressas e assinadas a partir do SIGPROJ/MEC, contendo obrigatoriamente o número de protocolo gerado pelo SIGPROJ/MEC;

 

7. ANÁLISE E JULGAMENTO

7.1. Caberá a Copeg a análise das propostas de projetos de ensino de graduação.

7.2. Os critérios de julgamento deverão considerar a coerência e o conteúdo teórico das propostas.

7.3. Caso haja necessidade de alterações nas propostas cadastradas, a Copeg deverá solicitar as modificações necessárias para adequação.

7.4. A Copeg poderá convocar os proponentes das propostas, quando julgar necessário, para dirimir dúvidas.

 

8. DISPOSIÇÕES GERAIS

8.1.  Esclarecimentos e informações adicionais poderão ser obtidos, contatando-se a Divisão de Apoio Pedagógico da UFMS pelo telefone (67) 3345-7171 / 7275, ou por correio eletrônico no endereço diap@nin.ufms.br.

8.2. Não serão analisadas propostas de projetos que não atendam o Parágrafo único, do Art. 18, da Resolução Coeg n. 57/2010 e sem a documentação exigida neste Edital.

8.3.   A qualquer tempo, este Edital poderá ser revogado ou anulado, no todo ou em parte, por motivo de interesse público, sem que isso implique direito à indenização de qualquer natureza.

8.4. Os casos omissos e os julgamentos serão resolvidos pela Copeg, homologado pelo Pró-reitor de Ensino de Graduação.

8.5. Os casos não resolvidos serão encaminhados ao Conselho de Ensino de Graduação - Goeg.

HENRIQUE MONGELLI