UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina

EDITAL Nš 07/2009 PROEX - A QUALQUER TEMPO - EDITAL A QUALQUER TEMPO

Chamada para Ações de Extensão a Qaulquer Tempo



 

EDITAL Nº 07/2009 PROEX

 

EXTENSÃO A QUALQUER TEMPO

 

 

1 - Da inscrição e da tramitação

 

1.1-         Os professores efetivos e os técnicos universitários de desenvolvimento que pretendem desenvolver Ações de Extensão deverão se inscrever nas Direções de Extensão de seus Centros, em formulário próprio disponível no site  http://sigproj.mec.gov.br, Sistema de Informação e Gestão de Projetos do MEC.

1.2-         Poderão participar deste edital, todas as Ações de Extensão, que estiverem dentro da Política Extensionista da UDESC e vinculadas às Áreas Temáticas.

1.3-         Os Diretores de Extensão, em seus respectivos Centros, bem como o Coordenador de Extensão da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade prestarão informações pormenorizadas aos interessados.

1.4-         Os Diretores de Extensão deverão encaminhar à PROEX as Ações de Extensão, já aprovadas, recomendadas pela Comissão de Extensão e homologadas pelo Conselho de Centro.

1.5-         Aprovação final será do comitê de extensão após instrução técnica da Coordenadoria de Extensão da PROEX.

 

2 - Da carga horária e vigência das Ações    

 

2.1-        As Ações de Extensão deste Edital deverão ter vigência entre os meses de março de 2010 a dezembro de 2010.

2.2-        Os professores efetivos na UDESC poderão alocar carga horária em Ações de Extensão, conforme a resolução de ocupação docente em vigor e a Política de Extensão.

2.3- Os Técnicos Universitários  de   Desenvolvimento  que coordenarem ou participarem  de Ações de Extensão poderão alocar no máximo  4  horas semanais  de acordo  com a resolução 196/2006 CONSUNI,  artigo  31.

2.4- As Ações de Extensão a serem coordenadas por Técnicos Universitários de Desenvolvimento dos Centros e Reitoria deverão adotar os trâmites em conformidade com o que dispões no artigo 24 da resolução 196/2006- CONSUNI:

Após a elaboração e aprovação pelo(s) departamento(s), as Ações de Extensão serão encaminhadas, para abertura de processos, ao Diretor de Extensão do respectivo Centro, que dará continuidade ao trâmite, encaminhando o(s) processo(s) para análise e parecer da Comissão de Extensão e , após, para aprovação final do Conselho de Centro .

 

3- Do acompanhamento e avaliação das ações

 

3.1. Cada Ação terá seu desenvolvimento centrado no cumprimento das metas estabelecidas e acompanhado pelo órgão de lotação do seu Coordenador e pelas Direções de Extensão, através de um relatório final.

3.2- Os Coordenadores das Ações deverão apresentar o Relatório Técnico Final até, no máximo, 30 (trinta) dias úteis após a data de conclusão da Ação de Extensão na Direção de Extensão já aprovado pelo Departamento para ser analisada pela Comissão de Extensão do Centro.

3.3 Os responsáveis pelas Ações de Extensão deverão apresentar relatórios finais para a Direção de Extensão que posteriormente serão submetidos à avaliação da Comissão de Extensão

 

4- Dos critérios de seleção e complementação da Avaliação, conforme resolução 196/2006-CONSUNI

 

4.1- A seleção no Centro será procedida pela Comissão de Extensão e

homologada pelo Conselho de Centro.

Parágrafo único

Os Centros poderão indicar área temática prioritária e/ou locais

para desenvolvimento de programas interdisciplinares.

4.2- A análise e priorização das propostas apresentadas levará em conta a clareza e coerência da Ação, quanto aos aspectos relacionados a seguir, a serem especificados e detalhados pela Comissão de Extensão dos Centros:

I- Atuação transformadora e de impacto sobre questões regionais

prioritárias;

II- Interação concreta com a comunidade e seus segmentos;

III- Relevância social, ambiental, artístico, cultural, científica e/ou

econômica;

IV- Atendimento as áreas temáticas: comunicação, cultura, direitos humanos/justiça, educação, meio ambiente, saúde, tecnologia/produção e trabalho; (Anexo a este Edital)

V- Caráter interdisciplinar, interdepartamental, intercentros, interinstitucional;

VI- Pertinência técnica e metodológica da ação;

VII- Articulação entre ensino, pesquisa e produção artístico-cultural;

VIII- Divulgação do Curso, Centro e Instituição;

IX- Compatibilidade entre os recursos solicitados e as exigências da ação;

X- Possibilidade de impactos das ações do projeto, no processo de

qualificação social dos estudantes e dos cursos envolvidos na execução.

 

5. Do Cronograma

5.1 As ações de extensão apresentadas para este edital poderão dar entrada no Departamento em qualquer data.

5.2- Após a análise técnica e ciência do Comitê de Extensão, a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade divulgará os resultados.

 

6- Disposições Finais

6.1 - Os casos omissos no presente Edital serão apreciados pelo CONSEPE.

Florianópolis, 01 de dezembro de 2009

 

 

 

Sebastião Iberes Lopes Melo

Reitor