UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso

Revista de Extensão Comemorativa da UFMT - Revista de Extensão Comemorativa aos 40 Anos da Universidade Federal de Mato Grosso - Chamada para submissão de trabalhos

Revista de Extensão Comemorativa aos 40 Anos da Universidade Federal de Mato Grosso - Chamada para submissão de artigos/trabalhos.



MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
PRÓ-REITORIA DE CULTURA, EXTENSÃO E VIVÊNCIA
COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO
 
REVISTA DE EXTENSÃO COMEMORATIVA AOS 40 ANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - CHAMADA PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS
 
A Universidade Federal de Mato Grosso por meio da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência torna público e convida a comunidade acadêmica da UFMT a encaminhar artigos, dossiês temáticos, resenhas ou relatos de experiências para compor a Revista de Extensão Comemorativa aos 40 Anos da UFMT.
  1. A Revista de Extensão é uma publicação da Coordenação de Extensão e Conselho Editorial da Câmara de Extensão da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência da Universidade Federal de Mato Grosso.
  2. A Revista de Extensão destina-se à divulgação da produção oriunda, prioritariamente, das propostas de extensão, registradas na CODEX/PROCEV/UFMT.
  3. Tem como objetivos publicar informações referentes a relatos de propostas de extensão executadas e contribuir para reforçar a integração universitária do tripé ensino-pesquisa-extensão, no campo da extensão. Visa ainda trazer a público reflexões sobre as experiências em extensão universitária significativas, o que faz parte de uma premissa maior de prestar contas e externar à comunidade acadêmica e o entorno o que se processa a partir do contato entre a universidade e a comunidade.
  4. As normas para a publicação estão em HTTP://sigproj.mec.gov.br / edital Revista de Extensão Comemorativa e http://ufmt.br em outros editais: procev/2009/Revista de Extensão: Chamada para submissão de artigos.
  5. O prazo para submissão dos trabalhos/artigos se encerra no dia 14 de junho de 2010.
  6. Os trabalhos deverão ser elaborados e encaminhados por meio da plataforma SIGProj, em Trabalhos (Artigos/Resumos) para Eventos.
  7. Endereço para correspondência:
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
PROCEV - Pró- Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência
Coordenação de Extensão / Revista Extensão
Av. Fernando Corrêa da Costa nº 2.367 - Boa Esperança - Cuiabá / Mato Grosso / CEP: 78060-900
Telefone: (65) 3615.8141 / 8134 / Fax: (65) 3615.8121 / E-mail:codex@ufmt.br
 
Cuiabá, 1٥ de dezembro de 2009
 
 
                                                                                                             
Profa. Dorit Kolling                                      
COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO / PROCEV           
 
 
                                                                                                                            
Fabrício Carvalho                                         
PRÓ-REITOR DE CULTURA, EXTENSÃO E VIVÊNCIA         
 

 
 

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
PRÓ-REITORIA DE CULTURA, EXTENSÃO E VIVÊNCIA
COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO
 
NORMAS PARA A PUBLICAÇÃO
 
 
1.A Revista de Extensão Comemorativa aos 40 anos da Universidade Federal de Mato Grosso é uma publicação da Pró-reitoria da Cultura, Extensão e Vivência, cujo objetivo é criar um instrumento de comunicação que possibilite o intercâmbio de práticas, reflexões e resultados de ações de extensão desenvolvidas pela UFMT, por meio de uma rede ampla e diversificada de atores e instituições sociais.
2.Os textos deverão ser redigidos em português.
3.Os trabalhos encaminhados serão avaliados pelo Conselho Editorial e pelos consultores ad hoc, que poderão sugerir modificações.
3.1.O Conselho Editorial é composto por membros da Câmara de Extensão representantes das diversas áreas de conhecimento: Ciências Exatas e da Terra; Ciências Biológicas; Ciências da Saúde; Ciências Sociais e Aplicadas; Ciências Humanas; Lingüística Letras e Artes; além da Coordenação de Extensão; Coordenação do projeto da Revista de Extensão Comemorativa e Coordenação da Editora da UFMT.
3.2.Caberá ao Conselho Editorial a seleção e o encaminhamento dos artigos para apreciação da Consultoria Científica, composta por profissionais com experiência em Extensão Universitária e especialistas nas diferentes áreas temáticas: comunicação, cultura, direitos humanos, educação, meio ambiente, saúde, tecnologia e trabalho.
3.3.No processo de seleção, além dos critérios gerais para a publicação, serão observados: prioridade do tema, consistência científica, originalidade e atualidade de informação.
4.Seções da Revista:
4.1.Apresentação: matéria de responsabilidade da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência.
4.2.Editorial: matéria de responsabilidade do Conselho Editorial da Revista.
4.3.Artigos: textos analíticos resultantes de estudos e revisões sobre temas relacionados à Extensão universitária ou de experiências desenvolvidas nas áreas temáticas estabelecidas para a extensão universitária, conforme item 2.2. Cada artigo deverá ter, no máximo, 15 (quinze) páginas, incluindo referências bibliográficas, ilustrações, gráficos, mapas e tabelas.
4.4.Relatos de Experiências: textos descritivos de experiências desenvolvidas nas áreas temáticas estabelecidas para a extensão universitária, conforme item 2.2. Os relatos deverão ter no máximo 15 (quinze) páginas, incluídos os anexos e referências.
4.5.Resenhas: síntese ou análise crítica de obras relacionadas à Extensão Universitária, publicadas nos últimos dois anos. As resenhas poderão ter, no máximo, 03 (três) laudas e o título será a referência bibliográfica completa da obra resenhada em áreas desenvolvidas conforme as áreas afins da extensão.
5.Os trabalhos deverão ser elaborados, anexados e submetidos por meio da plataforma SIGPRoj, em Trabalhos (Artigos/Resumos) para Eventos, seguindo padrão abaixo:
  1. Os textos deverão ser digitados utilizando-se do Microsoft Word verão 6.0 ou maior;
  2. Fonte: Times New Roman, espaçamento 1,5 (um e meio), tamanho 12;
  3. Configurações das margens em 2,5 cm para a direita, esquerda, inferior e superior em papel A4;
  4. Caixa alta apenas para as siglas (os títulos deverão sempre ser compostos de caixa alta e baixa);
  5. Não utilizar tabulação em nenhum ponto do texto.
6. Quanto à estrutura, o trabalho deverá ter o seguinte formato:
6.1. Passos a serem seguidos diretamente no SIGProj:
a.       Identificação do Trabalho: edital, tipo, área temática (referência à proposta de extensão cadastrada na UFMT)
b.      Ação de Extensão: título da ação e número do processo (idem ao anterior)
c.       Descrição do Trabalho: título e resumo
d.      Autores: autores e responsável
6.2. Anexo obrigatório: o artigo/trabalho propriamente dito, com as seguintes indicações:
6.2.1.  Identificação no alto da página incluindo:
a.       Título do trabalho (na língua do artigo, em inglês e espanhol);
b.      Em caso de financiamento, a instituição financiadora deverá ser mencionada em nota de rodapé;
c.       Nome(s) do(s) autor(es) - titulação máxima, afiliação institucional à qual se vincula, endereço completo de pelo menos um dos autores incluindo telefone e e.mail, em nota de rodapé.
6.3. Resumo do trabalho em português, em inglês e em espanhol, de no máximo 250 (duzentas e cinqüenta) palavras - incluídas logo abaixo do(s) nome(s) do(s) autore(s);
6.4. Até cinco palavras-chave na língua do artigo, em inglês e em espanhol.
6.5. Texto propriamente dito;
6.6. Notas: devem ser marcadas com números no alto à direita da palavra e colocadas no final do texto, sob o título Notas, antes da referência, com letra tamanho 10;
6.7. Referências: conforme especificado no item 9. As referências seguem o sistema alfabético e devem ser reunidas no final do texto.
7.Quanto ao texto, exige-se:
7.1.Os trabalhos deverão ser encaminhados com revisão gramatical, nos diferentes níveis: ortográfico, morfológico, sintático e de estilo no que se refere à qualidade: concisão, precisão e clareza.
7.2. Não utilizar notas de rodapé, exceto na página inicial para os itens 6.2 b e c.
8.As ilustrações - mapas, tabelas, gráficos e fotografias - (digitalizados com 300 DPI) deverão ser enviados já inclusos no corpo do texto e também em arquivos separados em anexos (extensão TIFF). Nos casos pertinentes, na parte inferior esquerda da figura deve estar seu número e título, seguido da fonte e pequeno texto explicativo de no máximo 03 (três) linhas.
9. As tabelas terão numeração e título na parte superior esquerda.
10.Para efeitos de normatização, serão adotadas as Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). As referências devem obedecer às seguintes orientações:
  1. máximo de 30 referências;
  2. referências ao fim do artigo devem seguir os modelos, conforme exemplos apresentados no final.
11.Disposições Finais:
11.1A simples remessa de originais à revista implica a autorização para a publicação.
11.2. Não serão pagos direitos autorais.
11.3.Os artigos devem ser enviados diretamente ao SIGPRoj. HTTP://sigproj.mec.gov.br
11.4.Os textos recebidos serão encaminhados a 02 (dois) pareceristas ad hoc. Caso ocorram pareceres divergentes serão enviados para um terceiro consultor.
11.5.Cada artigo dá direito a 05 (cinco) exemplares do número da revista em que o texto foi publicado. Outras seções dão direito a 02 (dois) exemplares.
11.6.Somente serão apreciados os textos que obedecerem as normas estabelecidas para publicação.
11.7.Os originais não serão devolvidos.
11.8.A Revista de Extensão da UFMT reserva-se o direito de não publicar trabalho(s) de mesmo(s) autor(es) em intervalos menores que 03 (três) edições, salvo em números especiais.
11.9.A aceitação da matéria para a publicação implica a transferência de direitos autorais para a revista. Assegura-se a Revista de Extensão o direito à divulgação da informação e os direitos editoriais, na forma da Lei. Os conteúdos da matéria são de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es).
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS – NORMATIZAÇÃO – exemplos
 
Livro
AMADO, Jorge. Capitães de areia. Rio de Janeiro: Record, 1991. 233 p.
Obs: autoria múltipla: dois ou três autores, nomes separados por ponto e vírgula; mais de três autores, utilizar apenas o primeiro e et. al.
Capítulo de livro
BORSOI, Isabel Cristina Ferreira. A saúde da mulher trabalhadora. In. CODO, Wanderley; SAMPAIO, José Jacson Coelho (Org.) Sofrimento psíquico nas organizações. Rio de Janeiro: Vozes, 1995. p. 115-126.
Artigo
PAZ, M. E. da. A educação sócio-econômica do Reino Unido Educação & Realidade, Porto Alegre, v.20, n.1, p.191-202, jan-jun. 1995
Obs.: os títulos de periódicos não devem ser abreviados e as primeiras letras devem ser maiúsculas (exceto artigos e preposições que não iniciem o título)
Página na WEB (home page)
FALZETTA, R. Navegar é preciso. Nova Escola, n. 131, abr. 2000. Disponível em: http://www.uol.com.br/novaescola. Acesso em: 27 mai. 2000
Lista de discussão
BIOLINE Discussion List. List maintained by the Bases de Dados Tropical, BDT in Brazil. Disponível em: <lisserv@bdt.org.br>. Acesso em 14 jan. 2003.
Correio eletrônico
PINTO, Moreira Artur. Envio de artigo. Mensagem recebida por geraldo@yahoo.cpm.br em 13 mar. 2007.
Tese ou Dissertação. Trabalho de conclusão de curso. Relatório
GOUVÊA, F.C.F. Um percurso com os boletins da CAPES: a contribuição de Anísio Teixeira para a institucionalização da Pós-Graduação no Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado em Educação) – Departamento de Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
Legislação
BRASIL. Lei n. 5.517 – 23 out.1968. Dispõe sobre o exercício da profissão de médico-veterinário e cria os Conselhos Federal e Regional de Medicina Veterinária. Belo Horizonte: Conselho Regional de Medicina Veterinária, 1968, 48p.
Anais: Disquete / CD-ROM
Acrescentar ao final da referência: (Publicado em disquete) ou (CD-ROM)
Ex.:SILVA, R. N.; OLIVEIRA, R.. M. Os limites pedagógicos do paradigma da qualidade total na educação. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPe, 4, 1996, Recife. Anais ... Recife: UFPe, 1996. (CD-ROM)