IFSP - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Edital nº 56 de BTV - Seleção de Projetos de Extensão 2016 - Edital nº 56 de BTV - Seleção de Projetos de Extensão 2016

O Diretor-Geral do Câmpus Boituva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- IFSP, em conformidade com a Lei nº 9.394 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), de 20 de dezembro de 1996, e a Lei nº 11.892 (Lei de Criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia), de 29 de dezembro de 2008, faz saber, pelo presente edital, que estarão abertas, no período de 25 de julho de 2016 a 04 de agosto de 2016, as inscrições para a seleção de projetos de extensão, com bolsa discente ou voluntária, referentes ao segundo semestre de 2016.



EDITAL Nº 56/2016 DE 20 DE JULHO DE 2016

 

SELEÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO

 

          O Diretor-Geral do Câmpus Boituva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- IFSP, em conformidade com a Lei nº 9.394 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), de 20 de dezembro de 1996, e a Lei nº 11.892 (Lei de Criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia), de 29 de dezembro de 2008, faz saber, pelo presente edital, que estarão abertas, no período de 25 de julho de 2016 a 04 de agosto de 2016, as inscrições para a seleção de projetos de extensão, com bolsa discente ou voluntária, referentes ao segundo semestre de 2016.

 

1.    DO OBJETIVO DO EDITAL

 

1.1. O presente edital destina-se a regulamentar a seleção de projetos de extensão, com bolsa discente ou voluntária, para o segundo semestre de 2016, no Câmpus Boituva.

 

1.2. O número de projetos a serem contemplados com bolsa discente está vinculado à matriz orçamentária do Câmpus Boituva para este fim.

 

1.3. Será contemplado 01 (um) projeto com bolsa discente, na modalidade extensão.

 

1.4. O valor da bolsa é de R$ 400,00 (quatrocentos reais), para dedicação de 20 (vinte) horas semanais do bolsista (conforme Portaria nº 347, de 20 de janeiro de 2014), pagos mensalmente, por um período de 04 (quatro) meses, que se estenderá de agosto a novembro de 2016, totalizando o valor de R$ 1.600, 00 (mil e seiscentos reais).

 

1.5. Os demais projetos classificados serão desenvolvidos com a atuação de discentes voluntários, que poderão ser contemplados com bolsa discente, em caso de recebimento, pelo câmpus, de verba complementar destinada ao pagamento de bolsa na modalidade extensão.

 

1.6. O servidor coordenador do projeto ficará responsável pelo(s) aluno(s) participante(s) do projeto.

 

1.7. As atribuições do servidor responsável e do bolsista de extensão são apresentadas nos artigos 11 e 12 da Portaria nº 3.639, de 25 de julho de 2013.

 

2.    DA REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES

 

2.1. Considera-se projeto de extensão o conjunto de atividades interdisciplinares de caráter educativo, tecnológico, artístico, científico, social e cultural, desenvolvidas e/ ou aplicadas na interação com a comunidade interna e externa, com objetivos específicos e prazos determinados, visando à interação transformadora entre a comunidade acadêmica e a sociedade.

 

2.2. O projeto de extensão, fomentado ou não, deve ser cadastrado na plataforma SIGProj, utilizada para registro, acompanhamento e avaliação de ações de extensão.

 

2.3. A portaria regulamentadora do Programa de Bolsa Discente – Modalidade Bolsa de Extensão é a Portaria nº 3.639, de 25 de julho de 2013.

 

2.4. Os processos de submissão e seleção de projetos ocorrerão em conformidade com o artigo 14 da Portaria nº 2.968, de 24 de agosto de 2015, e os artigos 7º, 8º, 9º e 10º da Portaria nº 3.639, de 25 de julho de 2013.

 

3.    DA SUBMISSÃO DOS PROJETOS

 

3.1. A submissão dos projetos ocorrerá de 25/07/2016 a 04/08/2016, exclusivamente por meio da plataforma eletrônica SIGProj, disponibilizada no endereço http://sigproj1.mec.gov.br.

 

3.2. Em nenhuma hipótese serão aceitas propostas entregues pessoalmente, sendo obrigatório o encaminhamento do projeto por meio da plataforma eletrônica SIGProj, até as 23 horas e 59 minutos, horário de Brasília, do dia 04 de agosto de 2016.

 

3.3. Para submeter o projeto por meio da plataforma eletrônica SIGProj, o responsável deverá realizar um cadastro prévio para obter a senha de acesso.

 

3.4. Poderão submeter projetos de extensão os servidores (docente ou técnico administrativo) ativos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP, Câmpus Boituva, com titulação mínima de graduação.

 

3.5. Deverão ser anexados ao projeto declarações de anuência (anexos I, II e III), certificado de conclusão do curso de maior escolaridade e termo de compromisso (anexo IV).

 

3.6. As declarações de anuência deverão ser impressas e assinadas pelo coordenador de extensão, pela chefia imediata do proponente e pelo Diretor-Geral do Câmpus Boituva.

 

3.7. O termo de compromisso deverá ser impresso e assinado pelo coordenador do projeto.

 

3.8. Os documentos indicados no item 3.5., devidamente assinados, deverão ser digitalizados e os arquivos inseridos no campo “1.8 Anexos” do formulário de submissão do projeto disponível na plataforma SIGProj.

 

4.    DA SELEÇÃO DOS PROJETOS

 

4.1. O atendimento aos requisitos deste edital será verificado pela Coordenadoria de Extensão do câmpus.

 

4.2. Os projetos que estiverem com a documentação adequada serão homologados pela Coordenadoria de Extensão do câmpus e encaminhados à Comissão de Extensão do Câmpus Boituva.

 

4.3. A seleção dos projetos será realizada pela Comissão de Extensão do Câmpus Boituva.

 

4.4. Serão quesitos obrigatórios: atendimento ao edital, envolvimento da comunidade externa, preenchimento correto do formulário, envio dos documentos solicitados e participação de, pelo menos, um discente.

 

4.5. A comissão avaliará e classificará os projetos emitindo uma nota de zero a dez, conforme Tabela 1:

 

QUESITO

PONTUAÇÃO

MÍNIMA

MÁXIMA

1. Nível de Envolvimento da Comunidade Externa

0

3.0

2. Clareza dos Objetivos

0

2.0

3. Relevância dos Resultados Esperados

0

4.0

4. Originalidade

0

1.0

Tabela 1: Quesitos e pontuação para avaliação de projeto

 

4.6. O resultado será dado por meio da soma das notas obtidas em cada item descrito na “Tabela 1”.

 

4.7. Os projetos serão classificados em ordem decrescente de pontuação e o resultado divulgado no site do Câmpus Boituva (http://btv.ifsp.edu.br) até o dia 09/08/2016.

 

4.8. Não serão classificados projetos que não atendam ao item 4.4. desde edital.

 

5.    DA SELEÇÃO DOS DISCENTES

 

5.1. A seleção dos discentes que atuarão nos projetos será feita em data posterior à data de divulgação do resultado da seleção dos projetos, por meio de edital específico.

 

5.2. O responsável pelo projeto deverá informar à Coordenadoria de Extensão o perfil do(s) estudante(s) a ser(em) selecionado(s) (por exemplo: Curso/Habilidades/Conhecimento).

 

 

5.3. A seleção será feita pelo responsável pelo projeto, através de entrevista com os alunos inscritos.

 

5.4. O(s) aluno(s) selecionado(s) deverá(ão) estar regularmente matriculado(s) em cursos do IFSP e dispor de carga horária para o desenvolvimento das atividades de extensão, dedicando-se por 20 horas semanais ao projeto.

 

5.5. É vedada a seleção de aluno que tenha vínculo empregatício ou que seja beneficiário de outro tipo de bolsa do IFSP ou de qualquer outra instituição.

 

5.6. O não cumprimento das atribuições e responsabilidades sem apresentação de justificativa formal ao coordenador do projeto e à Coordenadoria de Extensão poderá ocasionar o cancelamento da bolsa ou a substituição do discente atuante no projeto.

 

6.    DAS ATRIBUIÇÕES DO SERVIDOR RESPONSÁVEL PELO PROJETO

 

6.1. Elaborar projeto pelo qual será responsável e submetê-lo por meio da plataforma SIGProj.

 

6.2. Participar do processo seletivo de estudantes comparecendo às entrevistas agendadas para seu projeto.

 

6.3. Indicar as atividades a serem desenvolvidas pelo(s) aluno(s) sob sua responsabilidade, estabelecendo o horário em que devam ser realizadas.

 

6.4. Supervisionar as atividades do(s) estudante(s) ligado(s) ao projeto pelo qual é responsável.

 

6.5. Analisar e avaliar os relatórios entregues pelo(s) estudante(s), encaminhando-os ao setor responsável designado pelo câmpus.

 

6.6. Avaliar mensalmente o desempenho do(s) aluno(s) e suas atividades.

 

6.7. Imprimir cópia do projeto selecionado e entregar assinado na Coordenadoria de Extensão, juntamente com os anexos.

 

6.8. Submeter, na plataforma SIGProj, relatórios parcial e final do projeto, imprimir cópias e apresentá-las na Coordenadoria de Extensão.

 

6.9. Apresentar, no III Congresso de Extensão do IFSP (e em outros eventos, se solicitado), trabalho resultante do desenvolvimento do projeto.

 

7.    DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

7.1. O servidor poderá submeter mais de um projeto.

 

7.2. O servidor que possuir projetos em andamento, em qualquer modalidade, poderá submeter novos projetos.

 

7.3. Caso sejam apresentados projetos semelhantes para o câmpus, o critério de seleção a ser utilizado contemplará o servidor não selecionado nos programas de bolsa discente.

 

7.4. Qualquer proposta enviada fora do prazo estipulado neste edital será indeferida.

 

7.5. Os casos omissos e as situações não previstas no presente edital serão resolvidos pela Direção-Geral do Câmpus Boituva.

 

7.6. A Tabela 2 apresenta o cronograma do processo:

 

Atividades

Data/período

Submissão dos projetos na plataforma SIGProj

25/07/2016 a 04/08/2016

Análise   e   seleção dos projetos

De 05/08/2016 até 08/08/2016

Divulgação dos projetos selecionados

Até 09/08/2016

Inscrição dos alunos

Até 11/08/2016

Análise e seleção dos alunos

Até 12/08/2016

Divulgação do resultado final                                              

Até 12/08/2016

Entrega dos documentos pelos alunos selecionados

Até 15/08/2016

Entrega do Plano de Atividades do Aluno

Até 15/08/2016

Início das atividades

16/08/2016

Entrega das folhas de frequência

Até dia 05 de cada mês

Tabela 2: Cronograma do processo

 

 

Bruno Nogueira Luz

Diretor-Geral do Câmpus Boituva