UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados

Edital PROEX/PIBEX Nº12 - Projetos, cursos e eventos de extensão com ônus para a UFGD - Edital PROEX/PIBEX Nº12 - Projetos, cursos e eventos de extensão com ônus para a UFGD

Este edital não possui texto de chamada.



A Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, torna público e convida aos extensionistas (docentes, discentes e técnico-administrativos da UFGD) a apresentarem propostas de ações de extensão a serem executadas em 2016, com bolsa de extensão (ou sem), de acordo com as condições definidas neste Edital e normas estabelecidas conforme Resolução nº090 de 13 de julho de 2007, do CEPEC. 1. OBJETIVO O presente Edital tem por objetivo fomentar o desenvolvimento de ações de extensão (curso/oficina, evento e projeto), evento com ônus para a Fundação Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que garantam significativa articulação entre o ensino e a pesquisa, as demandas da sociedade e o desenvolvimento regional do Estado de Mato Grosso do Sul. 2. PRAZOS 1. Início da submissão das propostas no SIGProj 26/10/2015 2. Prazo para envio das propostas à COEX 23/11/2015 3. Aprovação pela Câmara de Extensão e Cultura 26/11/2015 4. Divulgação do resultado final 14/12/2015 5. Entrega da documentação dos bolsistas 18/12/2015 6. Período de vigência das ações Até 12 meses 7. Início da execução das propostas 01/01/2016 8. Execução financeira das ações 01/01 a 03/10/2016 9. Entrega dos relatórios finais Até 60 dias após o término da ação 3. PROPONENTES 3.1 Poderão ser proponentes de ações de extensão: a) docentes e técnico-administrativos que fazem parte do quadro efetivo de servidores da UFGD; b) discentes regularmente matriculados em cursos de Graduação e de Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu da UFGD, desde que a data prevista para o término da execução das ações, incluindo a apresentação do relatório final seja de 60 dias antes do término de seu curso e que um servidor seja orientador da ação. 3.2 docentes visitantes e/ou substitutos poderão coordenar ações de extensão, desde que a data prevista para o término da execução das ações, incluindo a apresentação do Relatório Final, seja de 60 dias antes do término de seus contratos com a UFGD. 3.3 A ação deverá ter um gestor que será um docente ou um técnico-administrativo do quadro efetivo da UFGD. O docente visitante e/ou substituto não poderá ser, em nenhuma hipótese, gestor. 3.4 O docente ou técnico-administrativo poderá acumular as atividades de coordenação, orientação e gestão. 3.5 As ações de extensão deverão ser institucionalizadas no âmbito da UFGD, devendo ser cadastradas no SIGPROJ e submetidas em todas as instâncias consultivas e avaliativas previstas nos regimentos e estatutos da UFGD. 4. TEMAS 4.1 As ações de extensão deverão integrar um ou mais temas relacionados a seguir: 4.1.1 Comunicação 4.1.2 Cultura 4.1.3 Direitos Humanos e Justiça 4.1.4 Educação 4.1.5 Meio Ambiente 4.1.6 Saúde 4.1.7 Tecnologia e Produção 4.1.8 Trabalho 5. ELABORAÇÃO DA PROPOSTA 5.1 As propostas devem atender às seguintes diretrizes específicas: 5.1.1 de natureza acadêmica: • Indissociabilidade entre ensino e pesquisa, especialmente com impacto na formação do estudante e na geração de novos conhecimentos; ou • Interdisciplinaridade. 5.1.2 da relação com a sociedade: • Impacto social; • Relação dialógica com a sociedade; ou • Contribuição na formulação, implementação e acompanhamento das políticas públicas prioritárias ao desenvolvimento regional e nacional. 5.2 As ações de extensão serão cadastradas em alguma modalidade financiada por este edital, a saber: • Projeto - Ação processual e contínua de caráter educativo, social, cultural, científico ou tecnológico, com objetivo específico e prazo determinado e carga horária superior a 120 horas, incluídas horas de planejamento, execução e elaboração de relatórios. Têm como objetivos o desenvolvimento de comunidades, a integração social e a integração com instituições de ensino. Um projeto pode ser: vinculado a um programa (o projeto faz parte de uma nucleação de ações); ou não-vinculado à programa (projeto isolado). • Curso - Ação/atividade pedagógica, de caráter teórico e/ou prático, planejada e organizada de modo sistemático. Pode ser predominantemente presencial, a distância ou via rede, ou pode ainda utilizar uma combinação de todas essas metodologias. Os cursos possuem carga horária mínima de 8 horas (as ações dessa natureza com menos de 8 horas devem ser classificadas como 'evento') e são aqueles ministrados no âmbito da universidade que respondem a demandas não atendidas pela atividade regular do ensino formal de graduação ou de pós-graduação. • Evento - Ação/atividade que implica na apresentação e/ou exibição, livre ou com público específico, do conhecimento ou produto cultural, artístico, esportivo, científico e tecnológico desenvolvido, conservado ou reconhecido pela Universidade. 5.3 As propostas devem ser formuladas e registradas diretamente no Sistema de Informação e Gestão de Projetos - SIGPROJ – no endereço eletrônico (http://sigproj1.mec.gov.br). Para tanto, é necessário que os extensionistas participantes da ação estejam cadastrados no Sistema. O cadastro poderá ser feito na homepage do SIGProj, clicando no link “Não sou cadastrado”. 5.4 As propostas de ações de extensão não cadastradas no SIGPROJ serão desconsideradas para efeito de avaliação. 5.5 As solicitações dos materiais das ações de extensão aprovadas pela Câmara de Extensão e Cultura devem ser feitas pelo coordenador ou gestor junto à Coordenadoria de Extensão, em consonância com os prazos, os procedimentos e os itens, estabelecidos nos Anexos deste edital. 5.6 Não serão aprovados pedidos de materiais e serviços que necessitem de licitação específica e serão autorizados apenas materiais e serviços constantes dos Anexos II e IV e respeitem os procedimentos discriminados no Anexo III. 5.7 Os itens de material de consumo, de serviços de terceiros, pessoa jurídica e locação de meio de transporte solicitados nas propostas deverão ter relação direta com a atividade a ser desenvolvida e terão a vigência das propostas. 6. REQUISITOS PARA ADMISSÃO 6.1 As propostas de ações de extensão devem atender as Normas das Ações de Extensão da UFGD, disponíveis no site da UFGD (http://www.ufgd.edu.br/proex/downloads). 6.2 Atender todas as exigências contidas neste edital, especialmente as constantes no item 7.1. 7. DOCUMENTAÇÃO A SER ENCAMINHADA PARA A PROEX 7.1 Deverão ser encaminhadas à COEX: a) cópia da proposta de extensão gerada pelo SIGPROJ, devidamente aprovado em todas as instâncias na unidade à qual pertence o proponente, acompanhada de Parecer da Comissão de Extensão da Unidade Acadêmica e da Resolução ou Instrução de Serviço da Unidade Proponente; b) cópia dos pedidos de material de consumo devidamente cadastrados no Sistema de Gestão de Material (SGM); c) plano de trabalho, conforme Anexo I. 8. ANÁLISE E JULGAMENTO 8.1 Caberá à Câmara de Extensão e Cultura – CEC, nos termos deste Edital, a análise e julgamento das propostas. 8.2 A CEC apreciará e priorizará as ações de extensão observando os seguintes critérios de análise e julgamento do mérito: CRITÉRIOS DE ANÁLISE E JULGAMENTO NOTA DO QUESITO I Conteúdo da proposta considerando: contextualização, objetivos, metodologia, resultados e plano de trabalho. 0 a 2 pontos II Mérito e relevância da proposta na difusão e transferência de conhecimentos e tecnologias. 0 a 2 pontos III Alcance da ação considerando: público envolvido (servidores e discentes), público beneficiado, relevância social da proposta e atendimento de demandas da sociedade. 0 a 2 pontos IV Articulação entre os cursos, as faculdades da UFGD, parcerias com outras instituições e com os segmentos sociais. 0 a 2 pontos V Inexistência de pendências de relatórios de Extensão, de ações submetidas em editais anteriores da PROEX. 2 pontos TOTAL 0 a 10 pontos 8.3 A COEX fará a conferência e confirmação no SIGPROJ do registro das propostas preenchidas pelos respectivos proponentes e caso haja necessidade de alterações, a COEX deverá devolvê-la à Unidade a que pertence o proponente para as devidas modificações, que deverão ser feitas também no SIGPROJ. 8.4 A CEC emitirá parecer técnico considerando a adequação ao plano institucional de extensão universitária da UFGD e a adequação a um dos temas elencados no item 4 deste Edital. 8.5 A CEC ainda avaliará o mérito dos pedidos de materiais e serviços, se pertinentes ou não ao desenvolvimento da ação. 9. DA ANÁLISE DA AÇÃO DE EXTENSÃO 9.1 Após a análise e aprovação do mérito da planilha financeira e da relevância social da ação de extensão, a CEC deverá: a) recomendá-la com ônus; b) recomendá-la sem ônus: c) não recomendá-la; 9.2 A CEC avaliará as propostas segundo os critérios do item 8.2, e recomendará o financiamento das propostas que obtiverem as maiores pontuações, até o limite orçamentário deste edital. 10. RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS 10.1 A previsão orçamentária para o presente edital é de R$ 268.400,00 (Cento e trinta e quatro mil reais para materiais e serviços e cento e trinta e quatro mil e quatrocentos reais para bolsa). dependendo da disponibilidade orçamentária da UFGD/PROEX. Os itens de custeio financiados são classificados como Material de Consumo – 339030 (conforme Anexos II e IV), Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica – 339039 (de acordo com Anexo II) e Locação de Meio de Transporte – 33903303 (conforme Anexo II). 10.2 O recurso do edital será distribuído da seguinte forma entre as modalidades previstas no edital: • 10.2.1 Projetos - R$171.600,00 (R$66.000,00 destinados a materiais e serviços, constantes no edital, e R$105.600,00 destinado a bolsa de extensão); • 10.2.2 Eventos - R$84.000,00 (R$60.000,00 destinados a materiais e serviços, constantes no edital, e R$24.000,00 destinado a bolsa de extensão); e • 10.2.3 Cursos - R$12.800,00 (R$8.000,00 destinados a materiais e serviços, constantes no edital, e R$4.800,00 destinado a bolsa de extensão). 10.3 O edital contemplará: 22 projetos com fomento de R$3.000,00 cada, além da concessão de bolsa de extensão; 20 eventos com fomento de R$3.000,00 cada, além de bolsa de extensão; 4 cursos com fomento de R$2.000,00 cada, além de bolsa de extensão. 10.4 Caso os montantes previstos em algum dos itens 10.2.1, 10.2.2 e 10.2.3 não sejam destinados em sua totalidade, por não haverem propostas aprovadas, o saldo poderá ser utilizado para custear propostas aprovadas em outra modalidade. 10.3 Caso haja complementação orçamentária, para o ano de 2016, a PROEX poderá financiar as propostas recomendadas, mas que não receberam recursos, desde que respeitada a classificação obtidas na fase de análise realizada pela CEC. 10.4 Caso o montante financeiro solicitado pelas ações seja inferior ao teto orçamentário previsto neste edital, os recursos remanescentes poderão ser repassados para outros editais vigentes e/ou a serem publicados pela PROEX. 10.5 O valor mensal das bolsas de extensão será de R$ 400,00 (quatrocentos reais) e poderá ser suplementado, caso haja dotação financeira para este fim. 10.6 O edital contemplará os seguintes itens: materiais de consumo constantes no SGM, combustíveis, materiais gráficos e de divulgação, pastas e sacolas de nylon, serviços de hospedagem, reprografia e locação de veículos. 11. DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO (PIBEX) 11.1 Da quantidade, valor das bolsas e do cadastro do bolsista: a) Serão distribuídas bolsas no vann mlor de R$400,00, entre as modalidades, conforme segue: • 22 bolsas de extensão para projetos de extensão, com duração de 12 meses; • 20 bolsas de extensão para eventos, com duração de 3 meses; e • 4 bolsas de extensão para cursos, com duração de 3 meses. b) A implementação da bolsa será a partir de 1º janeiro de 2016; c) O bolsista deverá ser cadastrado como membro da equipe do projeto de extensão, mediante a apresentação de plano de trabalho (parte integrante do Formulário do SIGProj para projetos com bolsas); d%2