IFSP - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

[Registro] Edital nº 012 de SCL - Seleção de Projetos de Extensão 2015 - [Registro] Edital nº 012 de SCL - Seleção de Projetos de Extensão 2015

A Diretora Geral em Exercício do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, campus São Carlos, tendo em vista o estabelecido nos Artigos 11, 12 e 13 da Portaria n° 3.314, de 1 de dezembro de 2011, torna público o presente edital de fomento as ações de extensão. Obs: Por se tratar de um edital de registro, as datas são fictícias.



EDITAL 12/ 2015 – DRG/SCL EDITAL DE FOMENTO AS AÇÕES DE EXTENSÃO DO IFSP - CAMPUS SÃO CARLOS A Diretora Geral em Exercício do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, campus São Carlos, tendo em vista o estabelecido nos Artigos 11, 12 e 13 da Portaria n° 3.314, de 1 de dezembro de 2011, torna público o presente edital de fomento as ações de extensão. DO OBJETIVO Fomentar as atividades de extensão do IFSP, articuladas como ensino e a pesquisa aplicada, a serem desenvolvidas em 2015, propiciando a participação da comunidade acadêmica no desenvolvimento de projetos de extensao com aporte de recursos institucionais. DAS ÁREAS TEMÁTICAS A âmbito deste edital, serão consideradas atividades de extensão passíveis de apoio os projetos que sejam desenvolvidos nas seguintes áreas temáticas: Comunicação; Cultura; Direitos Humanos e Justiça; Educação; Meio Ambiente; Saúde; Tecnologia e Produção; Trabalho. DA ABRANGÊNCIA A abrangência a que se refere este edital está vinculada às Linhas de Extensão discriminadas no Anexo I do edital 990, de 07 de novembro de 2014. DO MONTANTE E DA ALOCAÇÃO DE RECURSOS Serão alocados recursos para bolsas discentes de acordo com a disponibilidade de recursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) - campus São Carlos. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDRAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS DA BOLSA DISCENTE – MODALIDADE EXTENSÃO O número de bolsas discentes serão definidas pela CEX após a aprovação dos projetos, de acordo com a disponibilidade de recursos do IFSP - campus São Carlos. A seleção dos bolsistas deverá ocorrer por meio de edital, sob responsabilidade do campus, conforme estipulado na Portaria n° 3.639, de 25 de julho de 2013, que regulamenta a Bolsa Extensão. O aluno selecionado deverá estar regularmente matriculado em cursos do IFSP e dispor de carga horária para o desenvolvimento das atividades de extensão, dedicando-se por 20 horas semanais ao projeto. É vedada a seleção de aluno que tenha vínculo empregatício ou que seja beneficiário de outro tipo de bolsa do IFSP ou de qualquer outra lnstituição. O não cumprimento das atribuições e responsabilidades sem apresentação de justificativa formal ao coordenador do projeto e a Coordenadoria de Extensão poderá ocasionar o cancelamento da bolsa ou a substituição do discente-bolsista. DA PROPOSIÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Poderão apresentar Projeto de Extensão os servidores docentes e técnico-administrativos do IFSP. Na qualidade de coordenador do projeto, cada servidor pode apresentar apenas uma proposta, sendo-lhe permitido participar de outras ações de extensão como membro de equipe. A proposta deverá conter a seguinte estrutura: Introdução Identificação Detalhes Público Descrição Justificativa Fundamentação Teórica Objetivos Metodologia e Avaliação Referências Bibliográficas Resultados Esperados Certificados Equipe de Execução MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDRAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS Membros Cronograma de atividades DAS INSCRIÇÕES O prazo para inscrição dos projetos inicia-se no dia 11/03/2015 e encerra-se no dia 24/03/2015. Propostas apresentadas após a data limite de 24 de março de 2015 serão invalidadas; Sera obrigatório a entrega da seguinte documentação: Declaração de anuência, que devera ser impressa e assinada pela chefia imediata do proponente; Certificado de conclusão do curso de maior escolaridade; Termo de compromisso, cujo modelo deverá ser impresso e assinado pelo coordenador do projeto. O projeto e os documentos do item anterior deverão ser entregues na sala 134 para a servidora Valéria, na Coordenadoria de Apoio a Direção, em envelope lacrado, no período das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h. DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Para a avaliação dos projetos de extensão será criada uma comissão própria do campus composta por 1 membro docente de cada área, 1 técnico-administrativo e o Coordenador de Extensão como seu presidente. Serão quesitos obrigatórios: atendimento ao edital, incluindo a aderência às áreas temáticas indicadas; envolvimento da comunidade externa; preenchimento correto do formulário; entrega dos documentos solicitados; A comissão avaliará cada projeto sob os pontos relacionados no item 8.2 e classificará o projeto como aprovado, caso este atenda aos quesitos obrigatórios. Apenas os projetos aprovados estarão aptos a serem executados. Os projetos que incluam atividades discentes serão avaliados e emitidos uma nota de zero a dez, com intervalo de meio ponto, para cada item da tabela 1: TABELA 1 – QUADRO DE QUESITOS E PONTUAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DO PROJETO. QUESITO PONTUAÇÃO PESO MÍNIMA MÁXIMA 1. Atendimento à área e linha de extensão; 0 10 0,10 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDRAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS 2. Nível de envolvimento da comunidade externa; 0 10 0,20 3. Objetivos e descrição das atividades dos alunos extensionistas (será considerada a clareza da descrição e adequação das atividades). 0 10 0,10 4. Justificativa (sera considerada a coerência apresentada e a motivação do projeto, isto é, a demanda a ser atendida); 0 10 0,05 5. Objetivos (será considerada a clareza e a precisão dos objetivos definidos e a conformidade com a linha de extensão proposta); 0 10 0,10 6. Metodologia (será considerada a explicitação dos procedimentos metodológicos e a coerência com os objetivos expostos); 0 10 0,15 7. Resultados esperados (será considerada a relevância dos resultados esperados); 0 10 0,15 8. Cronograma de execução (será analisado o detalhamento e a coerência); 0 10 0,05 9. Acompanhamento e avaliação (será considerada a descrição e a explicitação dos indicadores e da sistemática de avaliação); 0 10 0,05 10. Previsão de produtos de extensão (artigo, vídeo, revista,livro, apostila, cartilha, jornais, CD entre outros). 0 10 0,05 Os projetos serão classificados de acordo com a soma dos pontos obtidos em cada item da tabela 1 ponderados pelo seu respectivo peso. De acordo com a disponibilidade financeira, serão fornecidas 1 bolsa os projetos, segunda a classificação, até que todos os projetos sejam contemplados. Então, o processo será reiniciado para o 1º classificado até que todas as demandas sejam atendidas. DOS RECURSOS Os autores de propostas poderão interpor recurso no dia 30/03/2015. Os recursos deverão ser entregues para a servidora Valéria, na Coordenadoria de Apoio a Direção, no período das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h. Após a análise dos recursos, a relação definitiva dos projetos classificados e contemplados será publicada em 01/04/2015. DAS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO COORDENADOR DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDRAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS PROJETO São deveres do coordenador do projeto: Observar e respeitar as determinações da Resolução n° 35, de 06 de maio de 2014; Exercer a coordenação e supervisão do desenvolvimento do projeto de extensão, zelando pela execução das ações previstas no projeto aprovado; Coordenar o trabalho da equipe envolvida no projeto, tendo em vista atingir os objetivos explicitados; Prestar contas da utilização dos recursos do projeto, conforme cronograma de execução financeira; Responsabilizar-se pelos materiais utilizados, otimizar seu uso e aproveitamento e zelar pela sua conservação e segurança durante o período das ações de extensão vinculadas a execução do projeto coordenado; Supervisionar as ações relacionadas ao(s) bolsistas discente(s), modalidade extensão, e os discentes voluntários participando da seleção, conforme item 6, acompanhando as atividades e encaminhando os documentos necessários a CEX; Apresentar os resultados ou o andamento do projeto em eventos institucionais; Apresentar relatórios parcial e final do projeto, conforme calendário estabelecido nesse edital; Comunicar licenças, afastamentos, aposentadoria, exoneração ou término de contrato; Indicar, justificadamente, novo coordenador, quando da impossibilidade de permanecer na coordenação do projeto. DA EXECUÇÃO DE PROJETOS Os projetos deverão ser finalizados até 30 de novembro de 2015. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS A efetividade do fomento disciplinado por este edital está condicionada à aprovação da Lei Orçamentária Anual de 2015 e à disponibilidade de recursos. A CEX poderá expedir normas complementares a este Edital. Os casos omissos serão decididos pela CEX. DO CALENDÁRIO Publicação do Edital 09/03/2015 Período de recebimento de propostas 11/03/2015 a 24/03/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDRAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS Data final para a criação da comissão de avaliação. 18/03/2015 Análise das propostas pela comissão 25/03/2015 a 26/03/2015 Divulgação do resultado preliminar 27/03/2015 Data para interpolação de recursos contra o resultado preliminar 30/03/2015 Divulgação do resultado definitivo 01/04/2015 Prazo para realização do projeto 30/11/2015 Prazo para entrega do relatório parcial. 31/08/2015 Prazo para entrega do relatório final 15/12/2015 São Carlos, 09 de março de 2015. Adriana Margarida de Jesus Biscegli Diretora Geral em exercício do Campus São Carlos do IFSP Portaria nº SCL.0004/2015, de 20 de janeiro de 2015