«« Voltar
Neuropedagogia Computacional
Protocolo do SIGProj:   316080.1722.295957.04112018
De:22/07/2019  à  08/03/2021
 
Coordenador-Extensionista
  Carla Verônica Machado Marques
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCMN - Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza
Unidade de Origem
  NCE - Instituto Tércio Pacitti de Aplicãções e Pesquisas Computacionais
Resumo da Ação de Extensão
  A Neuropedagogia constitui-se como uma Unidade na Diversidade das Ciências Biológicas e Humanas, aliadas à tecnologia. O avanço das Neurociências revelou o fenômeno educativo sob novos aspectos de seu objeto. Assim sendo, podemos falar de uma diversidade de Ciências, que vão da Neurobiologia, Psicologia, Sociologia à Filosofia. Desta forma, tornou-se relevante, o enquadramento conceitual da Neuropedagogia , de acordo com a perspectiva de Sistema Complexo, encontrando no objeto educativo a polissemia dos saberes e a transitividade entre as linguagens do conhecimento. Isto implica na necessidade do desenvolvimento de modelos de engenharia mentais-cerebrais aplicados à metodologias próprias. Realiza-se, afinal, a emergência de uma nova ciência que implica em pesquisas e aplicações computacionais, resultante de um mosaico funcional epistêmico que abrange a constituição e a prossecução de objetos neuropsicoeducativos. Esta transdisciplinaridade característica da Neuropedagogia em si, abre perspectivas de resolução para os impasses que têm assaltado a problemática geral das relações entre a filosofia, as ciências e as tecnologias. Não podemos perder de vista o fato de que o carácter multifacetado do objeto 'Neuropedagógico' conduz a modelos científicos multidimensionais e transdimensionais. que requerem incessantemente a atribuição de sentido acerca dos conceitos de Sistema Complexo, impulsionando, desde logo, a reformulação crítica da Escola – Academia: a superação de um determinado conjunto de valores e de uma determinada visão do mundo, isto é a transformação da escola de conteúdos em escola dos processos.
Palavras-chave
   Neuropedagogia, Computação, Cognição, Neurociência, Educação
Público-Alvo
  O público-alvo preferencial da ação é constituído de 1.420 (mil quatrocentos e vinte) entre professores e alunos do ensino fundamental da rede pública, alunos indicados pela ONG ABRAPA e alunos de graduação da UFRJ e Fundação Cecierj, conforme consubstanciado na justificativa da carga horária haverá um público-alvo transversal integrado por alunos vinculados a estes professores. No âmbito da concepção da proposta a escolha do público-alvo prioriza duas dimensões: 1) A interação dialógica da UFRJ com os estabelecimentos de ensino da Educação Básica na perspectiva da circularidade dos saberes em um processo de retroalimentação e de fortalecimento dos vínculos entre instituições públicas de ensino; 2) A interação dialógica entre as diversas expertises acadêmicas da UFRJ na perspectiva da transversalidade do conhecimento e da construção de diálogos interdisciplinares que envolvem as diversas dimensões do mundo contemporâneo.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   carlaveronica@nce.ufrj.br http://www.rioeduca.net/ (SME-RJ)
«« Voltar