«« Voltar
CARTOGRAFIA SOCIAL DOS TERRITÓRIOS COMO FERRAMENTA DE LUTA POR JUSTIÇA AMBIENTAL NO NORTE DO TOCANTINS
Protocolo do SIGProj:   313563.1639.319500.20092018
De:01/10/2018  à  01/10/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Vinicius Gomes de Aguiar
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUA - Campus de Araguaína
Unidade de Origem
  GEO-Lic - GEOGRAFIA (Licenciatura)
Resumo da Ação de Extensão
  Comunidades tradicionais que ocupam historicamente seus territórios, apropriam-se dos recursos naturais para a produção econômica, segurança alimentar e o desenvolvimento dos hábitos culturais. A segregação social, que tende em muitos momentos a eliminar as relações com o território, pode desenvolver o efeito contrário, pois a dificuldade cotidiana de se manter, induz diversos grupos a se aproximarem ideologicamente e especialmente em busca da manutenção de sua identidade, como uma forma de busca pelo mínimo de dignidade. A diversidade de espaços, territórios, lugares, assim como as infinidades de formas para que ocorra a sua representação espacial, induziram a organização de um campo de atuação comumente conhecido no Brasil como cartografia social, que tem buscado georreferenciar diversas informações, como conflitos envolvendo elementos pouco discutido no cotidiano das sociedades, dentre eles estão: as áreas de recursos naturais; territórios ocupados por grupos tradicionais; áreas ocupadas majoritariamente por grupos raciais específicos; entre outros. Este cartografia envolve os grupos locais e aproxima representantes da comunidade e pesquisadores. Neste contexto a cartografia social busca na comunidade as informações referentes a esses aspectos e o representa utilizando elementos da cartografia convencional. Dentre as ferramentas utilizadas estão: os mapas feitos à mão; e as geotecnologias, como as bases cartográficas digitais oficiais, os sistemas de informação geográfica, o sistema de posicionamento global – GPS – e o sensoriamento remoto, através do tratamento de imagens aéreas. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é compreender as diferentes possibilidades de se utilizar as geotecnologias nos trabalhos envolvendo a cartografia social em comunidades tradicionais.
Palavras-chave
   Cartografia, território, comunidades.
Público-Alvo
  Comunidades tradicionais do Norte do Tocantins.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar