«« Voltar
DESMISTIFICAÇÃO DOS DIREITOS DA MULHER JUNTO À CASA 8 DE MARÇO
Protocolo do SIGProj:   312798.1639.80946.04102018
De:05/09/2018  à  15/03/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Graziela Tavares de Souza Reis
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUP - Campus de Palmas
Unidade de Origem
  DIR - DIREITO
Resumo da Ação de Extensão
  Desde os tempos bíblicos, as mulheres sempre foram alvo de violência contra seus direitos mais básicos, continuamente retratadas como propriedade de um homem, seja seu pai, seja seu esposo, nunca donas de si mesmas. Ao decorrer dos séculos o pensamento machista apenas se difundiu e consolidou-se, impondo às mulheres diversas restrições quanto às suas liberdades individuais, o que contribuiu para a manutenção do status quo da mulher na sociedade brasileira. Apesar do ordenamento jurídico brasileiro dispor de medidas que visam garantir dignidade às mulheres e protegê-las, muitas vezes, pela manutenção de uma cultura patriarcal, os costumes machistas enraizados e disseminados na sociedade influenciam diretamente no conhecimento desses direitos pelas próprias mulheres e, até mesmo, na eficiente aplicação. Diante do exposto, esse projeto de extensão científica busca debater e discutir os reflexos da atividade do movimento feminista negro na sociedade bem como a forma como este a influencia, tendo em mente que, além da raça e do gênero, outros fatores são preponderantes no seu desempenho, como classe e sexualidade, atribuindo o foco às mulheres negras, pobres, encarceradas, transexuais, bem como mulheres que compõem outras minorias. Ao final, pretende-se destacar as atividades e etapas desenvolvidas ao decorrer do projeto, explanar a metodologia adotada para a produção do trabalho e delimitar os produtos esperados da ação de extensão.
Palavras-chave
   MULHER, NEGRA, FEMINISMO, DIREITO
Público-Alvo
  MULHERES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar