«« Voltar
TRIAGEM DE CÃES GERIÁTRICOS E OU PREDISPOSTOS A CARDIOPATIAS, ATENDIDOS NA CLINICA VETERINÁRIA UNIVERSITÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS (CVU-UFT), OBJETIVANDO O DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO PRECOCE DE ALTERAÇÕES DO SISTEMA CARDIOVASCULAR
Protocolo do SIGProj:   312671.1639.263149.08112018
De:01/02/2019  à  01/08/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Andréa Cintra Bastos Tôrres Passos
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUA - Campus de Araguaína
Unidade de Origem
  VET - MEDICINA VETERINÁRIA
Resumo da Ação de Extensão
  O envelhecimento é um processo que se dá do nascimento à morte e as doenças cardíacas contribuem para a causa da morbidade e mortalidade de cães senis, no qual 30% desses animais sofrem de degeneração mixomatosa das valvas atrioventriculares, que é uma doença progressiva, além de doenças miocárdicas e arritmias. Diante disso é de fundamental importância para o clínico de pequenos animais o conhecimento da prevalência, bem como, da apresentação clínica das alterações cardíacas em cães, pois contribuem para o diagnóstico precoce e a formulação de tratamentos que melhoram a qualidade de vida e promovem a longevidade nesse animais. Para isso serão realizadas avalições detalhadas do sistema cardiovascular de cães geriátricos atendidos na Clínica Veterinária Universitária (CVU-UFT), a partir de exame clínico específico, exames eletrocardiográficos, radiográficas torácicas e exames ecodopplercardiograficos, para monitoração desses pacientes e posteriormente tratamento dos que forem diagnosticados com qualquer tipo de cardiopatia. Essa proposta visa proporcionar atendimento veterinário especializado para a população que procura atendimento para seus animais na CVU e ampliar o conhecimento teórico prático na área de cardiologia veterinária dos alunos que irão participar do projeto de extensão.
Palavras-chave
   Cães senis, Cardiologia veterinária, eletrocardiograma, ecodopplercardiograma, radiografia torácia
Público-Alvo
  O projeto beneficiará diretamente: as famílias da comunidade de Araguaína e cidades próximas, que procuram atendimento clínico veterinário para seus cães; os animais que serão avaliados e monitorados em relação a sua saúde por um todo; os alunos que participarão dos atendimentos clínicos e exames complementares que serão realizados e indiretamente beneficiará toda a comunidade que tem contato com esses cães, pois a saúde animal está relacionada a saúde pública. Animais saudáveis não são transmissores de zoonoses. O projeto visa atender aproximadamente 162 animais idosos, predispostos a cardiopatias e ou com sinais clínicos de alterações cardiovasculares, para avaliações cardiológicas com o intuído de diagnosticar precocemente doenças do sistema cardiovascular e assim melhorar a qualidade de vida e aumentar a longevidade desses pacientes. O que indiretamente melhora a relação animal-homem no sentido sanitário e afetivo, dos tutores (162 famílias) desses animais.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar