«« Voltar
Transformando o conhecimento científico em linguagem popular através da visão de crianças e adolescentes: falando sobre plantas medicinais nas mídias sociais
Protocolo do SIGProj:   311772.1722.265094.01112018
De:01/03/2019  à  29/02/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Leopoldo Clemente Baratto
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  FF - Faculdade de Farmácia
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto de extensão propõe a criação de um canal de divulgação científica sobre plantas medicinais, chamado “PlantaCiência”, nas mídias sociais “Facebook”, “Instagram” e “Youtube”. O canal publicará conteúdos próprios em formato de áudio, audiovisual e gráfico, conteúdos estes elaborados com a participação dos alunos de escolas de ensino fundamental e médio e seus professores (Clube Escolar Fundão e Colégio Estadual Professora Maria de Lourdes de Oliveira Lavôr) e dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa internados no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Novo DEGASE) do estado do Rio de Janeiro e seus servidores, na cidade do Rio de Janeiro, através de oficinas e atividades ministradas pela equipe do projeto. A criação dos canais do “PlantaCiência” surge com o crescimento dos recursos e inovações da era tecnológica, entre eles as redes e mídias sociais. Estas redes sociais têm enorme apelo popular e as publicações nestes canais têm amplo alcance, visibilidade e compartilhamentos na internet. O conhecimento científico produzido pelas universidades e centros de pesquisa, na maioria das vezes, têm linguagem técnica e acadêmica, pouco acessível à compreensão da comunidade não acadêmica. Na área de plantas medicinais e fitoterápicos, observa-se um aumento na circulação de informações que não tem embasamento científico ou que tem um tom apelativo, levando a população muitas vezes ao uso equivocado ou incorreto das plantas medicinais. A transmissão de informações em linguagem popular, porém de cunho científico, é de extrema importância para promover o uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos.
Palavras-chave
   Divulgação Científica, Conhecimento Científico, Mídias Sociais, Plantas Medicinais, Educação
Público-Alvo
  O público-alvo do projeto será: a) professores e alunos de escolas do ensino fundamental e médio, regularmente matriculados. Participarão do projeto 300 estudantes e 10 professores do Clube Escolar - Fundão (Instituição Governamental Municipal) e 1.300 estudantes e 10 professores do Colégio Estadual Professora Maria de Lourdes de Oliveira Lavôr (Instituição Governamental Estadual). b) adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa internados no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Novo DEGASE) - Unidade Cecel (Instituição Governamental Estadual), com cerca de 200 socioeducandos e 10 servidores. c) o público leigo da comunidade em geral, que tem acesso à internet, usuários das mídias sociais Facebook, Instagram e Youtube. Tendo em vista outros canais de divulgação científica já existentes, principalmente em páginas no Facebook, é possível ter uma estimativa do público alcançado com este tipo de ação. A seguir, seguem as páginas encontradas no Facebook e seus respectivos números de seguidores (na data de 01/11/2018): ComCiência - 2.255 pessoas; Oxigênio - 1.245 pessoas; TransCiência: ciência ajuda a transformar o mundo - 1.101 pessoas; Agência Brasileira de Divulgação Científica - 1.158 pessoas; Núcleo de Divulgação Científica da UFMG - 1.433 pessoas; Sociedade Brasileira de Farmacognosia - 1.686 pessoas; Revista Brasileira de Farmacognosia - 2.278 pessoas. A partir do número de seguidores das páginas no Facebook supracitadas, a estimativa de público alcançado para os canais deste projeto é de pelo menos 2.000 pessoas. Este número é apenas uma estimativa, tendo em vista que nas mídias sociais o alcance é ilimitado, uma vez que os seguidores podem compartilhar as publicações dos canais nas suas próprias redes sociais, aumentando ainda mais a visibilidade e o acesso à informação.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar