«« Voltar
Centro Memória, Verdade e Direitos Humanos (CMVDH)
Protocolo do SIGProj:   311527.1599.244937.22082018
De:01/10/2018  à  30/12/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Alejandra Luisa Magalhães Estevez
Instituição
  UFF - Universidade Federal Fluminense
Unidade Geral
  VCH - Instituto de Ciências Humanas de Volta Redonda
Unidade de Origem
  VMD - Departamento Multidisciplinar de Volta Redonda
Resumo da Ação de Extensão
  O presente projeto tem por finalidade construir as condições necessárias para a criação do futuro CENTRO MEMÓRIA, VERDADE E DIREITOS HUMANOS (CMVDH), que será instalado no espaço hoje denominado Parque da Cidade, no município de Barra Mansa. O CMVDH será uma instituição dedicada à preservação da memória das violações aos direitos humanos praticadas durante a ditadura civil-militar e à reflexão de seu legado autoritário no tempo presente, por meio da musealização de parte dos espaços de repressão e tortura do antigo 1° Batalhão de Infantaria Blindada do Exército – 1° BIB (1950-1972) e do 22° Batalhão de Infantaria Motorizada – 22°BIMTz (1972-1993), bem como do Tulhas do Café, local de armazenamento do grão desde o séc. XIX. Nesse sentido, visando a sensibilização da população local e a construção coletiva de Plano de uso e ocupação para este espaço, serão desenvolvidas atividades de caráter pedagógico e reparatório, no sentido de aprofundar as investigações científicas sobre o período do regime militar, em especial relativas à região sul fluminense, bem como de promover ações educativas que visem informar e estimular a reflexão crítica sobre o passado autoritário e os valores democráticos.
Palavras-chave
   Memória, Justiça de transição, Direitos Humanos, Reparação, Sul Fluminense
Público-Alvo
  Os principais beneficiários deste projeto serão os cidadãos dos municípios de Barra Mansa e Volta Redonda, bem como os estudantes da UFF envolvidos no projeto, os estudantes da rede pública municipal atendidos por uma das atividades, os ex-presos políticos do antigo 1° BIB e os familiares das vítimas. Em última instância, o projeto destina-se a toda a sociedade brasileira, que possui o direito à verdade e à memória.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar