«« Voltar
Matemática na terceira idade: novas possibilidades para a inclusão social
Protocolo do SIGProj:   307094.1708.284860.25052018
De:01/08/2018  à  01/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Carla Cristina Pompeu
Instituição
  UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Unidade Geral
  UGP - Unidade Geral Padrão
Unidade de Origem
  ICENE - Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação
Resumo da Ação de Extensão
  Este projeto é proposto com o intuito de valorizar as relações entre idosos e matemática, levando em conta o sujeito social, suas experiências e a especificidade destes sujeitos para a construção de saberes a partir de oficinas matemáticas. Com o oferecimento, aos idosos da Unidade de Atenção aos Idosos (UAI)/Uberaba, de espaços de discussão e valorização de saberes e experiências matemáticas, o objetivo deste projeto de extensão é tornar evidente que as experiências e os saberes matemáticos dos sujeitos idosos podem modificar seus modos de se relacionar com a matemática e com a sociedade. Bernard Charlot, Luc Boltanski e John Dewey referenciam este projeto no que concerne ao reconhecimento da matemática como prática social, da relevância da experiência no processo de aprendizagem dos diversos sujeitos sociais, além do reconhecimento da matemática como ferramenta de inserção social. O projeto se desenvolverá ao longo de cinco meses, composto por etapas de preparação e execução de oficinas matemáticas e a discussão sobre possíveis modificações de acordo com as atividades desenvolvidas. A inserção de alunos da licenciatura em contextos não escolares poderá proporcionar uma experiência de formação importante aos futuros professores com os diferentes sujeitos e experiências matemáticas.
Palavras-chave
   terceira idade, educação de adultos, educação matemática, práticas matemáticas, oficinas matemáticas
Público-Alvo
  Oficinas matemáticas para idosos frequentadores do UAI
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar