«« Voltar
Efeitos dos esportes no comportamento motor de crianças com desenvolvimento atípico (Cópia) 17-05-2018
Protocolo do SIGProj:   306986.1708.76961.23052018
De:01/08/2018  à  01/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Suziane Peixoto dos Santos Naves
Instituição
  UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Unidade Geral
  UGP - Unidade Geral Padrão
Unidade de Origem
  ICS - Instituto de Ciências da Saúde
Resumo da Ação de Extensão
  O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é um distúrbio neurológico complexo descrito por uma variedade de sintomas, incluindo alterações comportamentais e dificuldades na capacidade de interação e comunicação social (BOSA, 2006; NAVARRO ET AL. 2011; AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION, 2015). Dentre os recursos utilizados para o tratamento de crianças com TEA, dá-se destaque ao exercício físico. Onde o mesmo é relevante para auxiliar a criança desenvolver a expressão e socialização, reduzir comportamentos ritualistas e compulsivos, elevar a autoestima e proporcionar um desenvolvimento equilibrado e harmonioso (DIRETRIZES, 2013). Neste contexto, elaborar projetos que promove a interação entre a universidade e a sociedade, mediado por alunos de graduação orientados por professores, dentro do princípio da indissociabilidade com o Ensino e a Pesquisa se torna extremamente relevante. O projeto tem como objetivo principal aplicar um programa de intervenção motora no intuito de verificar melhoras no desenvolvimento motor de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo. Terá uma carga horária de 10 horas semanais, dentre as aulas, planejamentos e reuniões. O número máximo de inscrições devido a peculiaridade da população será de 20 crianças de 5 a 12 anos, todos com TEA. Será realizado um pré-teste antes do início das aulas e um pós-teste para analisar as melhoras motoras nas crianças. O teste utilizado será o KTK que consiste em analisar e avaliar a melhoras de indivíduos com motricidade atípica.
Palavras-chave
   Autismo, comportamento motor, exercício física, jiu jitsu.
Público-Alvo
  20 crianças com transtorno do Espectro Autista na faixa etária de 5 a 12 anos. Como critério de participação serão selecionadas crianças com comunicação verbal e que estejam aptas a desenvolver atividades de contato. Isto se justifica no intuito de atender os objetivos do projeto.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar