«« Voltar
Análise de solo como Ferramenta para Diálogo Interculturais e Entendimento das Interações Homem x Ambiente
Protocolo do SIGProj:   306160.1708.61185.25052018
De:01/08/2018  à  01/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Aguinaldo José Freitas Leal
Instituição
  UFTM - Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Unidade Geral
  UGP - Unidade Geral Padrão
Unidade de Origem
  CIT - Campus Universitário de Iturama
Resumo da Ação de Extensão
   O projeto interagir com produtores rurais permitindo que ao mesmos tempo estes transfiram seus conhecimentos culturais relacionadas a classificação empírica da fertilidade do solo, normalmente correlacionada com a biodiversidade de espécies arbóreas nativas do Bioma Cerrado, e incorporem conhecimentos técnicos científicos relacionados com a análise química de solos, bem como os procedimentos para correta amostragem e procedimentos para encaminhamento ao laboratório para analise. Visando que os resultados obtidos representem efetivamente a qualidade do solo da área. Permitindo posterior recomendação de adubação condizente com as necessidades, colaborando com a produtividade e minimização dos impactos ambientais. Para tanto o produtor repassará informações referentes a distribuição de espécies nativas na área a ser analisada, permitindo uma classificação futura da correlação entre a distribuição de espécies arbóreas presentes em área de pastagem e a fertilidade do solo, em áreas anteriormente não adubadas (maioria das pastagem da região). Tal ação permitirá aos discentes e docentes da UFTM absorver o conhecimento do Censo comum regional, referente a classificação da fertilidade do solo e a interação no repasse de informações condizentes, que influenciarão o produtor a adotar boas práticas de manejo no uso de corretivos e fertilizantes (BPM). Baseado no resultado da análise de solos, e com a recomendação de um engenheiro agrônomo, o produtor usará a quantidade necessária de corretivos e fertilizantes, diminuindo o uso indiscriminado dos mesmos e o impacto ambiental, que causa a degradação dos recursos naturais (solo, fauna, flora, água), em alguns casos de forma irreversível, causando desequilíbrios biológicos e ecológicos.
Palavras-chave
   biodiversidade, Análise do solo, adubação
Público-Alvo
  Estudantes de graduação, docentes e técnicos das áreas de ciências agrárias e agricultores da região de Iturama.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   aguinaldo.leal@uftm.edu.br
«« Voltar