«« Voltar
Seminário e práticas culturais
Protocolo do SIGProj:   302283.1639.255257.01072018
De:15/01/2018  à  15/07/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Sidinei Esteves de Oliveira de Jesus
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUT - Campus de Tocantinópolis
Unidade de Origem
  EduCampo - Licenciatura em Educação do Campo - Artes Visuais e Música
Resumo da Ação de Extensão
  O objetivo desse projeto é desenvolver ações voltadas para o ensino aprendizagem na escola Municipal Pingo d'água, no Projeto de Assentamento Pingo D'água, no município de Esperantina-TO. A ação será destinada ao público da mesma escola e os alunos do curso de Educação do Campo envolvidos no projeto e consiste em realizar uma formação a partir de modelos de produção sustentáveis, tomando como base a formação social e educacional da criança, para torná-los sensíveis e comprometidos com os recursos naturais e ecológicos. Assim, [...]. Precisamos nos tornar [...] ecologicamente alfabetizados. Ser ecologicamente alfabetizados, ou ‘ecoalfabetizado’, significa entender os princípios de organização das comunidades ecológicas (ecossistemas) e usar esses princípios para criar comunidades humanas sustentáveis (ARENHALDT, 2012, p. 4). Nesse sentido será realizados oficinas para registrar através dos conceitos agroecológicos, os saberes e fazeres dos povos da comunidade Pingo D'água.
Palavras-chave
   Educação do Campo, educação Ambiental, Ensino, Arte, Cultura
Público-Alvo
  Acadêmicos do curso de Licenciatura em Educação do Campo, da Universidade Federal do Tocantins Campus de Tocantinópolis; Alunos e professores da Escola Família Agrícola de Esperantina-TO; Professores da rede municipal e estadual que atua na micro-região de Esperantina e Lideranças de movimentos sociais da mesma micro-região.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar