«« Voltar
Alternativas para a restauração da vegetação nativa em áreas degradadas de agricultores familiares da Região dos Campos de Cima da Serra
Protocolo do SIGProj:   296162.1585.269788.04032018
De:01/05/2018  à  31/12/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Vanderlei Nestor Koefender
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Vacaria - Câmpus Vacaria - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A Região dos Campos de Cima da Serra é formada pela transição da Floresta Ombrófila Mista e os Campos Sulinos do Planalto Sul-brasileiro, formando os ecótonos campo-floresta. A exploração intensiva ao longo da história desses ecossistemas pelo extrativismo de madeira e pelos sistemas de produção agropecuários (fruticultura, pecuária e produção de grãos) promoveu a degradação das matas nativas e dos campos, chegando a devastação inclusive das matas ciliares e das APP’s (Áreas de Preservação Permanente). Os agricultores familiares tiveram esse processo agravado devido à dimensão menor de suas propriedades obrigando-os a promover uma exploração mais intensiva para garantir a subsistência das suas famílias utilizando os sistemas agrícolas tradicionais e hoje necessitam de alternativas viáveis (técnica e economicamente) para restaurar essas áreas. A restauração de áreas degradadas é fundamental para restabelecer a conectividade das paisagens fragmentadas e promover a sustentabilidade econômica, social e ambiental das gerações futuras desses agricultores familiares através da possibilidade de exploração de sistemas agroflorestais baseado em frutas nativas (pinhão, pitanga, guaviroba, araçá, guabiju). Vários estudos sugerem que o método mais indicado de restauração é induzir o processo de sucessão secundária de modo similar ao processo natural, através da utilização de técnicas nucleadoras. Entre as técnicas nucleadoras estão a transposição da chuva de sementes e o plantio de mudas em ilhas de alta diversidade. Assim o objetivo desse estudo é oferecer alternativas aos agricultores familiares para a restauração dos ecossistemas em áreas degradadas nas suas propriedades rurais em Vacaria e na Região dos Campos de Cima da Serra.
Palavras-chave
   Agricultores Familiares, Restauração de Áreas Degradadas, Técnicas Nucleadoras, Espécies Nativas, Preservação Ambiental
Público-Alvo
  O público alvo serão agricultores familiares de Vacaria e municípios da Região dos Campos de Cima da Serra e os estudantes do Curso de Agronomia e Biologia e dos cursos Técnico em Agropecuária Subsequente e Integrado ao Ensino Médio.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar