«« Voltar
Intervenção em pulverização agrícola baseada em diagnóstico participativo
Protocolo do SIGProj:   295922.1585.73259.01032018
De:01/04/2018  à  30/12/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Otávio Dias da Costa Machado
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Bento Gonçalves - Câmpus Bento Gonçalves - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A Serra Gaúcha destaca-se pela produção vitivinícola e pela fruticultura de forma localizada, mas também pela produção de grãos e outras atividades, as quais utilizam amplamente as pulverizações como tratamentos fitossanitário das culturas. Segundo inúmeras fontes regionais, nacionais e mesmo internacionais, esse processo é deficitário, acarretando em problemas como redução da produção, contaminação dos operadores e ambiental. Para racionalizar o tratamento fitossanitário dessas culturas, a ciência responsável é a tecnologia de aplicação, que envolve técnicas, planejamento, adequação de equipamentos, e a integração de outras ciências para que a pulverização seja eficaz no controle de pragas e doenças, respeitando as condições de segurança para o trabalhador e para o meio ambiente. Essa ação pretende interagir com produtores e atores do processo produtivo, identificando problemas na pulverização e propondo soluções. As atividades irão dar continuidade a outras ações de pesquisa que identificaram essa demanda, pelo Laboratório de Mecanização do IFRS/BG. A ação irá consistir em avaliar parâmetros técnicos de regulagem, calibração, manutenção e segurança de equipamentos pulverizadores, integrando a equipe de trabalho as condições das propriedades avaliadas para a formulação de soluções para os problemas encontrados. Serão buscadas parcerias com Emater, comunidades e cooperativas para a definição dos locais de atuação, visando facilitar e organizar a participação dos agricultores nessa ação. Na Estação Experimental de Tuiuty, do Campus Bento Gonçalves do IFRS, serão realizadas avaliações integrando alunos da instituição.
Palavras-chave
   atomizador, pulverização, videira, fruticultura de clima temperado, tratamento fitossanitário
Público-Alvo
  Agricultores e comunidades rurais que utilizam pulverização agrícola para desenvolvimento de suas atividades. Estudantes que necessitam vivenciar os procedimentos de pulverização agrícola para sua formação.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   O projeto está visando atuar junto com algumas parcerias que estão sendo construídas, podendo ser citadas a Emater Regional, Emater escritório de Fagundes Varela e Cooperativa Garibaldi. Pretende-se fazer a divulgação através dos agentes de extensão dessas entidades, por visitas e cadastramento de agricultores para a realização das avaliações de pulverização.
«« Voltar