«« Voltar
Trilha Mbya Jeguatá 2018
Protocolo do SIGProj:   295339.1585.236736.26022018
De:01/04/2018  à  30/11/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Carlos Robério Garay Corrêa
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Viamão - Câmpus Viamão - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A realização do projeto Trilha Mbyá Jeguatá envolverá a comunidade interna e externa do Campus Viamão do IFRS com a diversidade temática e conceitual da cultura Mbyá Guarani. Serão desenvolvidas ações conjuntas com a comunidade Guarani da Tekoá Jataí'ty do Canta Galo (Terra indígena do Canta Galo) visando auxiliar a promoção, sustentação, difusão e resistência cultural do modo de ser Guarani (Mbyá Rekó) e ao mesmo tempo auxiliar na busca de meios para a geração de renda para a comunidade na afirmação da autonomia do povo Mbyá Guarani sobre suas terras e suas vidas. O projeto Trilha Mybiá Jeguatá propõe-se a ser um instrumento, de atuação conjunta com a comunidade da Tekoá Jataí'ty do Canta Galo, no sentido apoiar a qualificação das formas de divulgação, organização e realização da Mybiá Jeguatá, buscando a afirmação de um conceito de ecoturismo indígena, através de apoio material e humano da comunidade acadêmica do Campus Viamão do IFRS e de seus parceiros, para que esta expressão da cultura Mbyá Guarani possa concretizar-se como um elemento importante na geração de renda e difusão e resistência da cultura Guarani, para a qualificação da vida dentro da Terra Indígena do Cantagalo, subordinado aos valores culturais propostos pelo Mbyá Reko (modo de ser Guarani).
Palavras-chave
   Mbyá Reko (modo de ser Guarani), Trilha Mbyá Jeguatá, sustentabilidade, ecoturismo indígena
Público-Alvo
  A comunidade indígena da Tekoá Jatai'ty (Terraindígena do Canta Galo é o alvo prioritário do projeto na medida em que o objetivo principal é ofertar meios para que consigam qualificar e desenvolver a Trilha Mbyá Jeguatá - Caminhos Guarani, como uma forma de resistência cultural e de obtenção de renda para a comunidade. Da mesma forma o projeto destina-se aos alunos das redes públicas e privada de educação de Viamão e da região metropolitana de Porto Alegre, bem como pretende atingir setores e pessoas envolvidos com atividades ligadas ao ecoturismo e ações de preservação ambiental.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar