«« Voltar
Cultivo do capim dourado (Syngonanthus nitens) em Raiz, Presidente Kubitschek – implantação de unidades experimentais de gestão coletiva e familiar
Protocolo do SIGProj:   292219.1618.66017.26012018
De:23/03/2018  à  23/03/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Maria Neudes Sousa de Oliveira
Instituição
  UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Unidade Geral
  FCA - Faculdade de Ciências Agrárias
Unidade de Origem
  DAG - Departamento de Agronomia
Resumo da Ação de Extensão
  A comunidade quilombola de Raiz, no município de Presidente Kubitschek – MG, é constituída por 44 famílias que praticam agricultura, criação de animais, coleta de flores sempre-vivas e artesanato de capim dourado (a sempre-viva Syngonanthus nitens). Atualmente, o artesanato é considerado o carro-chefe das atividades. A coleta do capim dourado é realizada em campos nativos e em áreas de uso comum, mas em propriedades privadas. Uma grande preocupação dos artesãos é a dificuldade de obtenção da matéria-prima, que é exígua na redondeza, face, principalmente, à ocupação das áreas de ocorrência natural da espécie (capim dourado) pela monocultura do eucalipto e/ou formação de grandes áreas pastagens, o que torna os campos cada vez mais escassos e mais distantes. Por causa da redução no número de campos de coleta e na produção dos campos, os coletores têm que deslocar distâncias cada vez maiores, ou precisam adquirir/comprar a matéria prima coletada em outras localidades/regiões, o que gera especulação no preço. Esses fatos têm levado à necessidade de busca de alternativas de obtenção da matéria-prima. A presente proposta, resultante de uma demanda dos comunitários, objetiva instalar unidades experimentais de cultivo do capim dourado de gestão coletiva e de gestão familiar, na comunidade de Raiz.
Palavras-chave
   SEMPRE-VIVA, SEDINHA, EXTRATIVISMO, PROPAGAÇÃO, MANEJO, SEMEIO
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar