«« Voltar
PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA VERMELHA INOCULADAS COM BACTÉRIAS PROMOTORAS DE CRESCIMENTO VEGETAL
Protocolo do SIGProj:   291657.1530.264817.19012018
De:01/09/2017  à  01/09/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Gileno Brito de Azevedo
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPCS - Câmpus de Chapadão do Sul
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  A aroeira-vermelha (Schinus terebinthifolius) é uma espécie arbórea nativa do Brasil com grande potencial de exploração para diversos fins. A busca por tecnologias que proporcionem o desenvolvimento de mudas de boa qualidade, com baixo custo econômico, tem aumentado cada vez mais no setor florestal. Nesse sentido, uma importante alternativa de manejo é a inoculação e/ou co-inoculação das mudas com bactérias promotoras de crescimento vegetal (BPCV). Este trabalho tem o objetivo de avaliar o desempenho de mudas de aroeira-vermelha inoculadas e co-inoculadas com BPCV. Será utilizado o delineamento inteiramente casualizado, com 8 tratamentos (1 controle sem inoculação, 4 inoculações individuais e 3 co-inoculações com BPCV) e 5 repetições (constituída de 8 mudas cada). Serão avaliados as seguintes variáveis: altura de planta, diâmetro do colo, produção de matéria seca da parte, da raiz e total, relação entre altura e diâmetro do colo e índice de qualidade de Dickson. Espera-se com esse trabalho fornecer subsídios para o planejamento e implantação de viveiros com a aroeira-vermelha, usando uma biotecnologia sustentável e que apresenta baixo custo econômico.
Palavras-chave
   Schinus terebinthifolius, Azospirillum, Inoculação
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar