«« Voltar
Assessoria aos pescadores artesanais em relação à implementação de políticas-públicas em seus territórios tradicionais
Protocolo do SIGProj:   287578.1554.160530.22112017
De:02/05/2017  à  02/05/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Vinicius Branco Freire Silva
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CT - Centro de Tecnologia
Unidade de Origem
  NIDES/CT - Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social
Resumo da Ação de Extensão
  O Projeto “Assessoria aos pescadores artesanais em relação à implementação de políticas-públicas em seus territórios tradicionais” tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento local e socioambiental de territórios tradicionais nos quais se desenvolvem atividades produtivas e reprodutivas relacionadas com a utilização de recursos pesqueiros. Este projeto é um dos pilares de sustentação do Programa de Pesquisa-Ação na Cadeia Produtiva da Pesca Artesanal no Litoral Fluminense, que teve início em 2004, no município de Macaé-RJ, ainda como projeto, ampliando-se nos anos seguintes para outros municípios, tais como, Casimiro de Abreu, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Parati e Niterói. O PAPESCA tornou-se referência na articulação de ações desenvolvidas em diversos projetos no litoral fluminense e em outros estados brasileiros através de parcerias com diferentes instituições, principalmente devido ao desenvolvimento e aplicação de metodologias participativas (por exemplo, a própria pesquisa-ação, diagnósticos participativos e investigación acción participativa). Este projeto irá abranger parte das atividades que vinham sendo implementada pelo Programa, seguindo as orientações gerais de uma práxis baseada na integração pesquisa-ensino-extensão e em metodologias participativas. O projeto também primará pela busca da interdisciplinariedade e pela construção de redes de cooperação.
Palavras-chave
   Pesca Artesanal, Desenvolvimento local, Políticas públicas, Gestão participativa, controle social
Público-Alvo
  O presente Projeto irá se relacionar com diferentes sujeitos sociais inseridos em diferentes segmentos da sociedade, conforme relacionado a seguir: a. Pescadores artesanais do município de Niterói, sobretudo da comunidade do Canto de Itaipu; b. Moradores da comunidade do Canto de Itaipu articulados à reprodução social da pesca artesanal; c. Visitantes da comunidade do Canto de Itaipu que buscam usufruir do balneário; d. entidades de classe vinculadas à pesca artesanal; e. órgãos da administração pública de diferentes níveis federativos, incluindo IBAMA, INEA, FIPERJ, MAI, UFF, entre outros.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar