«« Voltar
Desenho Urbano e habitação social: uma interface entre o conhecimento técnico e popular em uma ocupação no município de Duque de Caxias-RJ
Protocolo do SIGProj:   287501.1554.286939.22112017
De:10/02/2018  à  10/12/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Jorge Nassar Fleury da Fonseca
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CLA - Centro de Letras e Artes
Unidade de Origem
  FAU - Faculade de Arquitetura e Urbanismo
Resumo da Ação de Extensão
  A estrutura teórica do desenho urbano se fundamenta sobretudo em pesquisas referentes à relação direta entre o ambiente construído e o comportamento social, e se estabelece como atividade profissional relacionada à ação projetual. De outro lado, as áreas de habitação social geralmente se encontram como ilhas, sem integração com a malha urbana planejada e atendida por grande parte das infraestruturas urbanas, o que configura a periferia das cidades como paisagens homogêneas, repetitivas, monótonas e descontínuas. Sem nenhuma relação com o espaço urbano, os moradores vivem em espaços que abrem mão da qualidade de vida, com interferências na saúde e bem-estar. Isso só aumenta a discrepância entre o conhecimento técnico e o popular acerca do desenho urbano, o que gera problemas de comunicação entre profissional e leigo, interferindo sobretudo nos projetos de cunho participativo. Essa problemática já foi detectada a partir das ações de extensão e parcerias com o programa Minha Casa Minha Vida Entidades na ocupação de Solano Trindade, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro. O presente projeto de extensão pretende desenvolver uma parceria com essa ocupação no sentido de analisar as formas de percepção e confecção do desenho urbano por essas pessoas leigas para, a partir disso, levar um conhecimento técnico para eles a partir de ações específicas no local.
Palavras-chave
   Desenho Urbano, Habitação Social, Minha Casa Minha Vida Entidades
Público-Alvo
  O projeto visa trabalhar e envolver diferentes atores em suas atividades, como moradores da ocupação Solano-Trindade, membros do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), alunos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU/UFRJ), mas sobretudo visa trabalhar com jovens e crianças, principalmente as que se encontram cursando o ensino fundamental ao longo do desenvolvimento do projeto.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Jorge Nassar Fleury, jorgefleury@gmail.com, (21) 99388.9944
«« Voltar