«« Voltar
Modelo Multicritério para Alocação de Recursos em uma Universidade Pública no Brasil
Protocolo do SIGProj:   287472.1530.191852.02012018
De:02/01/2018  à  31/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Carolina Lino Martins
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAENG - Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia
Unidade de Origem
  Gab/Dir - Gabinete do Diretor
Resumo da Ação de Extensão
  Uma vez que as universidades públicas do Brasil usam o dinheiro dos seus contribuintes para prestar serviços de educação e que há crescentes constrangimentos orçamentais causados pela crise econômica que o país enfrenta, que começou no início de 2015 (BARUA, 2016) e continua em 2017, há um grande interesse social (ou pelo menos deveria haver) em saber a forma como esse dinheiro é alocado, onde o custo de uma falha é visto como algo inaceitável (WILLIAMS, 2009). Assim, o uso de um modelo adequado para alocação de recursos é uma ferramenta importante para responder a esse desafio contínuo. O problema de alocação a ser estudado é visto como um problema de seleção de portfólio de projetos ou problema orçamentário, envolvendo a seleção de um conjunto de projetos, a definição de prioridades, recursos escassos e levando em consideração algumas restrições dadas pelo contexto. Dentre as possibilidades de restrição, o orçamento é o mais comum, limitando o portfólio pela soma dos custos dos projetos que irão compor o mesmo e considerando os procedimentos de alocação de recursos estabelecidos pelas universidades públicas brasileiras. Resultados ótimos poderão ser alcançados aplicando um método multicritério de apoio à decisão, o qual utiliza técnicas de programação matemática.
Palavras-chave
   alocação de recursos, orçamentação, MCDM, portfólio, universidades federais.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar