«« Voltar
Pleno sentido
Protocolo do SIGProj:   287033.1554.193904.20112017
De:01/07/2018  à  01/07/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Elizabeth Motta Jacob
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CLA - Centro de Letras e Artes
Unidade de Origem
  EBA - Escola de Belas Artes
Resumo da Ação de Extensão
  /Este projeto de extensão visa suprir a carência de material de apoio pedagógico, lúdico, estético e de apelo sensorial voltado para o processo de escolarização /de crianças cegas e de baixa visão. Percebemos esta carência e nos dirigimos ao Instituto Benjamim Constant e tivemos o prazer de conhecer Patrícia Rosa que nos acolheu na divisão que produz e distribui material didático-pedagógico para instituições educacionais voltadas para cegos. O Braille é o único sistema de alfabetização que permite ao cego ler e escrever autonomamente e por isso é de fundamental relevância para que se tornem capazes de se realizar plenamente. Para as crianças com baixa visão existem fontes e dimensões específicas, além de contraste e destaques de figura/fundo que facilitam a percepção das impressões em tinta. Desejamos desenvolver material que permitam a criança cega e de baixa visão explorar sensorialmente empoderando-a enquanto usuário destas ferramentas. Pretendemos explorar a percepção da criança cega ou de baixa visão criando narrativas a partir de suas vivências Trabalharemos com projetos que evoquem todos sentidos de forma a despertar a sensorialidade no relacionamento com o artefato e atrair o público vidente para partilhar a experiência.Nossa experiência no ano corrente nos fez expandir nossa ação de forma a atender demandas específicas de algumas professoras que nos contactaram com este objetivo. Deste modo, queremos no próximo ano temos como meta produzir material de apoio pedagógico. O público alvo é em sua maioria de baixa renda necessitando de apoio em todos os níveis para seu pleno desenvolvimento, inserção social.
Palavras-chave
   Design gráfico, material grafo tátil para cegos, educação especial
Público-Alvo
  Nosso público alvo são os alunos cegos e de baixa visão em fase de letramento e alfabetização em Braille atendidos pelo Instituto Benjamim Constant. Nosso projeto visa a ação integrada entre alunos da UFRJ, alunos do IBC, docentes da UFRJ e do IBC numa ação de conscientização social e melhoria de vida de uma população de alta vulnerabilidade social. As crianças cegas e de baixa visão precisam de todo o nosso empenho para a plena integração socio cultural. A dificuldade de acesso à informação e as dificuldades no processo de aquisição da autonomia são os pontos que mais fragilizam os portadores desta deficiência. Nossa ambição é produzir material grafotactil que, através de uma interação lúdica com a criança facilite a alfabetização e o processo de integração social. Também pretendemos conscientizar o aluno universitário que a sua ação pode ajudar a transformar vidas e facilitar a integração social destas crianças.Além disso visa-se ampliar a formação do aluno da UFRJ neste entrosamento com esta população.
Situação
  Atividade
Contato
   e.jacob@uol.com.br
«« Voltar