«« Voltar
Aplicação de técnicas ópticas para diferenciação e quantificação de nutrientes em grãos de milho transgênico
Protocolo do SIGProj:   286676.1430.258366.21122017
De:31/12/2017  à  31/01/2021
 
Coordenador-Extensionista
  Bruno Spolon Marangoni
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  INFI - Instituto de Física
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  O milho transgênico tem um papel de grande importância no aumento de produtividade agrícola vivenciada nas últimas décadas. O Brasil é o segundo país do mundo em área plantada com organismos geneticamente modificados (OGM). Os efeitos dos OGMs no organismo ao longo da cadeia alimentícia ainda não são claros para a comunidade científica. Por lei, a identificação de produtos transgênicos deve ser rotulada no produto. Para a identificação de OGMs, a pratica mais comum é a extração do DNA através de diferentes técnicas. O processo mais usado é o PCR (Polymerase Chain Reaction), sendo um processo lento, complexo e de alto custo. O uso de Técnicas ópticas para análise de alimentos e derivados tem crescido muito nos últimos anos. Os atrativos estão na agilidade e baixo custo por medida. Dessa maneira, esse trabalho pretende estudar a efetividade de técnicas ópticas para identificação de amostras de milho transgênico e quantificação de nutrientes. Como técnicas analíticas, será utilizado absorção UV-VIS, fluorescência e espectroscopia de plasma induzida por laser (LIBS). As análises serão feitas de forma uni e multivariada através de rotinas em plataforma MatLab® e a validação dos resultados será feita em comparação com as técnicas de referência. Esperamos obter resultados que obtenham precisão suficiente para serem aplicáveis comercialmente e de fácil implementação.
Palavras-chave
   Espectroscopia, LIBS, Fluorescencia, Absorção
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar