«« Voltar
Ensaísmo e escrita da história: cultura histórica e escrita da história nas primeiras décadas republicanas
Protocolo do SIGProj:   286470.1430.150233.21112017
De:20/02/2018  à  20/02/2020
 
Coordenador-Extensionista
  Luiz Carlos Bento
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPCX - Câmpus de Coxim
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  Esse projeto possui como objetivo inicial refletir sobre as principais características do ensaísmo brasileiro ao longo das primeiras décadas do século XX problematizando as contribuições historiográficas de alguns dos principais ensaístas brasileiros do período. Partimos da premissa que falar sobre a historiografia brasileira nas primeiras décadas do século XX significa remontar a um contexto em que a escrita da história não era privilégio dos historiadores, mas envolvia grande número de pensadores imbuídos da necessidade de refletir sobre a inserção do país na modernidade. Nesse sentido, os intelectuais da Primeira República buscavam, no passado, os indicadores que orientariam o desenvolvimento futuro. Seus estudos estavam ordenados pelo itinerário de um modelo clássico de historiografia; contudo, as mudanças em curso na sociedade exigiam novos modelos de interpretação voltados para a compreensão da experiência do presente, embora não se pudesse abandonar a referência ao passado como experiência. O autodidatismo foi uma característica desse período, visto que os cursos superiores eram muito restritos, não oferecendo condição de formação nem mesmo para os membros da elite brasileira. Segundo Sevcenko (1983), a missão desses intelectuais era produzir uma identidade nacional com base em uma cultura historiográfica herdada da tradição deixada pelo Império e que fosse capaz de responder às questões centrais impostas pela experiência do presente e trazidas à consciência pelo processo de modernização, a qual impunha outras questões, carecendo de um ideário de respostas mais adequado aos novos anseios.
Palavras-chave
   ensaismo, cultura historica, escrita da história, identidade nacional
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar