«« Voltar
Mar à Vista: rede de monitoramento das praias oceânicas do município do Rio de Janeiro
Protocolo do SIGProj:   285836.1554.79375.22112017
De:01/03/2018  à  01/03/2022
 
Coordenador-Extensionista
  Flavia Moraes Lins de Barros
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCMN - Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza
Unidade de Origem
  IGEO - Instituto de Geociências
Resumo da Ação de Extensão
  O projeto Mar à Vista propõe a construção de uma rede de observação in loco e avaliação das modificações geomorfológicas das praias e das condições do mar na orla oceânica da cidade do Rio de Janeiro. A rede será formada por usuários das praias do município, pertencentes a diferentes categorias sócio-profissionais (inicialmente, bombeiros guarda-vidas, surfistas e barraqueiros). O monitoramento de praias arenosas associado a dados das condições do mar é de suma importância para a melhor compreensão da dinâmicas dos ambientes costeiros, bem como de sua capacidade de recuperação ou resiliência aos eventos de ressaca do mar e às mudanças climáticas. No entanto, levantamentos contínuos e de longa duração demandam enorme esforço e, em virtude da irregularidade e da perspectiva unilateral com que são realizados, não permitem apreender a complexidade dos processos geomorfológicos envolvidos e tampouco estimar seus efeitos sobre os diferentes usos associados às praias. As metodologias de observação e de avaliação do projeto serão construídas a partir de uma abordagem interdisciplinar, na perspectiva da gestão costeira integrada, e da interação dialógica entre os saberes produzidos na universidade e aqueles oriundos das práticas e da vivência cotidiana dos participantes nos ambientes costeiros do município. Um dos principais resultados do projeto consiste na construção de uma base de dados georreferenciada que, além de subsidiar pesquisas científicas relacionadas à geografia marinha e à geomorfologia costeira, estará disponível para o público em geral, de forma gratuita, por meio de uma plataforma digital na internet.
Palavras-chave
   Gestão Costeira Integrada, Ambientes Costeiros, Praias, Sistema de Informações Geográficas
Público-Alvo
  O Público-Alvo do projeto é composto por usuários das praias do município do Rio de Janeiro pertencentes a diferentes categorias sócio-profissionais. Inicialmente, as categorias privilegiadas serão os bombeiros guarda-vidas, os surfistas e os responsáveis por barracas de praia. Na etapa inicial serão entrevistados cerca de 60 guarda-vidas (vinculados ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro), 200 surfistas (associados a Federação de Surfistas do Estado do Rio de Janeiro) e 200 barraqueiros (vinculados a Associação do Comércio Legalizado de Praia). O núcleo inicial da rede de observadores será formado por voluntários das três categorias situados em diferentes segmentos da orla oceânica, garantindo assim uma melhor distribuição dos pontos de observação. Em termos quantitativos, o projeto pretende engajar, para a formação deste núcleo inicial, 27 guarda-vidas, sendo 1 em cada posto de salvamento, 20 surfistas e 20 barraqueiros. Note-se que, de forma indireta, o projeto prevê um número muito maior de beneficiários, uma vez que o sistema de informações esteja disponível para uso da população em geral.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar