«« Voltar
RISCO DE GLICEMIA INSTÁVEL NO CUIDADO DO PACIENTE CRÍTICO
Protocolo do SIGProj:   285820.1430.80477.31102017
De:01/12/2017  à  31/08/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Roberto Della Rosa Mendez
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPTL - Câmpus de Três Lagoas
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  A hiperglicemia em pacientes críticos é uma complicação frequente em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que necessita de um controle glicêmico correto. É importante conhecer os fatores de risco e as comorbidades dos mesmos, para que seja possível evitar prováveis complicações. O objetivo do presente estudo é avaliar os fatores de risco de glicemia instável em pacientes internados em UTI adulto. Trata-se de um estudo descritivo, observacional com abordagem quantitativa onde serão avaliados pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva adulto que apresentarem alteração dos níveis de glicemia inferior a 70 mg/dl ou superior a 180 mg/dl. Serão excluídos: os menores de 18 anos de idade. A coleta de dados será realizada no período de dezembro de 2017 a agosto de 2019. Os dados serão analisados de forma descritiva (média, desvio-padrão para variáveis contínuas ou como percentagem para variáveis categóricas. As variáveis contínuas serão comparadas usando o teste t de Student e teste Qui-quadrado para as variáveis categóricas. Teste de regressão logística utilizando a razão de chances – (RC) - para avaliar a influência dos fatores de risco no descontrole glicêmico. Um modelo de análise multivariada será utilizado para avaliar o risco de glicemia instável e identificar fatores de risco independentes. Será considerado o nível de significância de p < 0,05. Espera-se que os achados do estudo possam contribuir para identificar os pacientes com risco de glicemia instável e contribuir com a assistência de enfermagem.
Palavras-chave
   Glicemia, diagnóstico de enfermagem, fatores de risco
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar