«« Voltar
A metrópole expandida
Protocolo do SIGProj:   285722.1554.130234.22112017
De:02/04/2018  à  08/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Guilherme Carlos Lassance dos Santos Abreu
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CLA - Centro de Letras e Artes
Unidade de Origem
  FAU - Faculade de Arquitetura e Urbanismo
Resumo da Ação de Extensão
  A recente crise hídrica veio destacar a extrema dependência da metrópole fluminense em relação a recursos naturais – no caso hídricos – oriundos de regiões geográficas situadas para além desses limites. Este é o caso específico do Vale do Rio Paraíba do Sul, responsável pelo abastecimento de 80% da água consumida pela RMRJ. Diante de tal dependência, surge então um questionamento sobre a pertinência da delimitação geográfica que vem sendo adotada e a oportunidade de considerarmos o conceito de ‘metrópole expandida’ que utilizamos aqui. A crise hídrica permitiu assim apontar para a imperiosa necessidade de considerarmos a estreita dependência das áreas urbanas relativamente aos territórios ‘não urbanizados’ que lhes são adjacentes. Nessa perspectiva, as franjas rurais e espaços de mais baixa densidade situados à margem das nossas cidades deixariam de ser entendidos como mera reserva disponível de ‘terra barata’ para futura urbanização. Eles passariam, ao contrário, a ser definidos como áreas de efetivo interesse econômico e papel estratégico para uma gestão sustentável e também mais responsável de recursos naturais indispensáveis à sobrevivência das próprias cidades. A ação de extensão visa organizar um seminário para que tais questões possam ser discutidas entre a academia, poder público local, profissionais da arquitetura e do urbanismo e sociedade civil para que a partir dele possam ser definidas ações concretas, sob a forma de experiências-piloto a serem desenvolvidas em futuro projeto de extensão para servirem de referência alternativa para o enfrentamento dos desafios em questão.
Palavras-chave
   meio ambiente, urbanização, recursos hídricos, desenvolvimento regional, metrópole
Público-Alvo
  150 estudantes de arquitetura e urbanismo do UGB, Volta Redonda RJ, 50 estudantes da FAU-UFRJ (graduação e pós-graduação), 50 professores de ambas instituições (UGB e FAU-UFRJ), 60 servidores públicos das prefeituras de 6 municípios envolvidos (Itatiaia, Resende, Porto Real, Barra Mansa, Volta Redonda e Barra do Piraí), agentes de diversas instâncias regionais e nacionais (Comitê de Bacia, Governo do Estado do RJ, Inea, Ibama, associações de moradores, associações comerciais locais, dirigentes de empresas locais, órgão profissionais como Conselho de Arquitetura e Urbanismo e Instituto de Arquitetos do Brasil), profissionais do ramo da arquitetura e do urbanismo.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Guilherme Lassance (UFRJ) e Andréa Auad (UGB) metropoleexpandida.evento@gmail.com
«« Voltar