«« Voltar
Identidades abertas
Protocolo do SIGProj:   284461.1554.28838.22112017
De:05/03/2018  à  05/03/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Marcia Cabral da Costa
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  FM - Faculdade de Medicina
Resumo da Ação de Extensão
  Em momentos de recrudescidas ações discriminatórias a todo e qualquer sujeito e coletivo que não se enquadre aos paradigmas e perspectivas hegemônicas e dominantes, a diversidade cultural surge como uma importante pauta para diferentes grupos e instituições. Nessa direção a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) considerando sua função social, dialógica e colaborativa com movimentos, setores e organizações sociais entende a pauta da diversidade cultural como diretriz de suas ações de ensino, pesquisa e extensão. Assim, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) do Rio de Janeiro surge o projeto de pesquisa e extensão Identidades Abertas com intuito de contribuir com o fortalecimento da identidade e do protagonismo cultural dos povos indígenas, ciganos, população negra e quilombola que vivem no contexto urbano afetados pelas desvantagens sociais de uma metrópole como o Rio de Janeiro. São povos e populações cujas culturas se encontram em processo de marginalização ou mesmo extermínio face aos processos de homogeneização e dominação cultural. Diante da gravidade da situação que se encontram esses povos e populações pretende-se com esse projeto criar nos equipamentos da SMC e/ou nos espaços culturais territoriais, ações que promovam a produção, difusão, distribuição e fruição das expressões culturais do público-alvo do projeto de modo a promover a diversidade cultural, a combater processos de discriminação e exclusão social e produzir resignificações das experiências de sofrimento produzidas por esses processos e pela constante iminência de genocídios.
Palavras-chave
   Diversidade Cultural, povos tradicionais, minorias, arte, cidadania cultural
Público-Alvo
  Povos indígenas, ciganos, população negra e quilombola que vivem no contexto urbano afetados pelas desvantagens sociais de uma metrópole como o Rio de Janeiro.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar