«« Voltar
Estratégias para a promoção do uso racional de medicamentos.
Protocolo do SIGProj:   284402.1554.152755.22112017
De:10/01/2018  à  10/01/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Magdalena Nascimento Rennó
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  Macaé - Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira
Unidade de Origem
  Polo Barreto - Polo Barreto
Resumo da Ação de Extensão
  O uso racional de medicamentos existe quando o indivíduo recebe o medicamento apropriado, em dose e período adequados e ao menor custo. No contexto da busca pela qualidade de vida, o medicamento é um produto muito importante para a prevenção e recuperação da saúde, no entanto, pode haver riscos associados ao seu uso, tais como, reações adversas, intoxicações, interações medicamentosas, entre outros. Adicionalmente, a falta de conhecimento sobre os medicamentos, seu uso excessivo ou inadequado e a não adesão ao tratamento podem causar riscos à saúde, representando um problema de saúde pública. Alguns riscos podem ser evitáveis e ações de educação em saúde a partir do conhecimento científico aliado às experiências do uso de medicamentos pelas pessoas, podem auxiliar na minimização destes problemas. O objetivo deste projeto é realizar ações estratégicas para a promoção do uso racional de medicamentos, para diferentes grupos de pessoas. O cenário do projeto serão as unidades de saúde e outros cenários adequados para as atividades localizados no município de Macaé. A metodologia aplicada será a obtenção de informações científicas, como também, de dados obtidos em estudos anteriores realizados por este projeto para a construção de palestras, rodas de conversa, seminários, minicursos, entre outras atividades, de acordo com a necessidade e grupo de pessoas. A conscientização é um pré-requisito para a manutenção e qualidade da saúde do indivíduo. Os resultados esperados são a promoção do uso racional e correto de medicamentos e prevenção de problemas relacionados ao seu uso.
Palavras-chave
   Educação em saúde, remédio, problemas relacionados aos medicamentos.
Público-Alvo
  O público alvo serão pessoas com diferentes faixas etárias. Profissionais da saúde, tais como, médicos, enfermeiros, técnicos e outros.
Situação
  Atividade
Contato
  
«« Voltar