«« Voltar
Avaliação do efeito da suplementação alimentar sobre as glândulas hipofaríngeas de operárias adultas de Apis mellifera (Hymenoptera, Apidae)
Protocolo do SIGProj:   283388.1530.211759.22122017
De:01/01/2018  à  31/12/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Rodrigo Pires Dallacqua
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  INBIO - Instituto de Biociências
Unidade de Origem
  CPQ - Comissão Setorial de Pesquisa
Resumo da Ação de Extensão
  A apicultura comercial representa um ramo do agronegócio com relevante impacto econômico e ambiental. Em Mato Grosso do Sul particularmente, a apicultura tem alcançado resultados expressivos na produtividade de mel pela adoção de técnicas de manejo voltadas à alta produtividade, sobretudo com a utilização da suplementação alimentar das colmeias durante o inverno. Como consequência, as populações apresentarão elevada quantidade de abelhas forrageiras no início das floradas, potencializando a coleta de néctar. No entanto, pouco se sabe sobre o impacto dessa suplementação alimentar sobre a fisiologia das abelhas. Dentro desta perspectiva, o presente projeto pretende avaliar o efeito da alimentação artificial com dieta energética e com dieta energético-protéica sobre o desenvolvimento adulto das operárias de A. mellifera. Para tanto, serão avaliadas as alterações morfológicas das glândulas hipofaríngeas, bem como o perfil de proteínas totais na hemolinfa de operárias adultas com diferentes idades/status fisiológico coletadas em colmeias alimentadas com alimento energético (xarope de açúcar), com alimento energético-protéico (xarope de açúcar e Promotor L) e em colmeias não alimentadas com dieta artificial. Os resultados almejados fornecerão subsídios para a compreensão do impacto das técnicas de manejo sobre a saúde das colmeias, contribuindo para a consolidação da atividade apícola em Mato Grosso do Sul.
Palavras-chave
   ) Apicultura, 2) Manejo de alta produtividade, 3) Morfologia das glândulas hipofaríngeas 3)
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar