«« Voltar
Aspectos Bioquímicos e Nutricionais da Multimistura na Merenda Escolar (II)
Protocolo do SIGProj:   283058.1326.294586.22092017
De:01/10/2017  à  31/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Douglas Gonçalves da Silva
Instituição
  UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Unidade Geral
  VCA - Campus de Vitória da Conquista
Unidade de Origem
  DCN - Departamento de Ciências Naturais
Resumo da Ação de Extensão
   Uma alimentação deficiente reduz a glicose sanguínea, provocando debilidade orgânica, irritação do sistema nervoso, apatia, inquietação, desatenção, reduzindo o aproveitamento escolar. Oliveira (1999) aponta que o problema básico da alimentação no Brasil é a falta de conhecimento a respeito do assunto. Indivíduos com baixo valor aquisitivo, desenvolvem desnutrição e/ou deficiências nutricionais. A escola tem papel na formação de hábitos alimentares salutares, tanto regionalmente, quanto em se tratando de custos. Segundo, Arroyo (1988), é preciso seguir os pressupostos de Paulo Freire: educador e educando vivenciam situações concretas da realidade. O objetivo deste trabalho será analisar a implantação da prática da alimentação alternativa na merenda escolar, combatendo a desnutrição, incluindo alimentos de alto valor nutritivo, de custo muito baixo, de paladar adaptado à região e preparo rápido: através da multimistura, que, aproveita diversos alimentos geralmente descartados. Metodologia: questionários semiestruturados. A direção e as merendeiras serão consultadas a fim de confrontar alguns dados obtidos através dos questionários. O número da amostra será baseado na pesquisa quanti-qualitativa e no seu caráter, estudo de caso, após a estatística fazendo-se uma analise qualitativa com enfoque descritivo, indutivo, aprofundando a relevância socioeducativa da escola na formação de hábitos alimentares saudáveis. O estudo é de cunho quanti-qualitativo, de abordagem “mista”. Entretanto, estes dados não funcionam como uma contradição, mas sim como um complemento, associando a análise estatística à investigação dos significados das relações humanas e preenchendo, assim, as lacunas que a outra não consegue suprir (MORAIS e NEVES, 2007).
Palavras-chave
   Merenda Alternativa, Nutrição, Desempenho Intelectual, Escola
Público-Alvo
  Antes de se pensar nas finalidades de qual público-alvo, frente ao ensino aprendizagem é importante salientar que a escola não pode simplesmente reproduzir conhecimentos, ela deve promover a integração e a cooperação. Pois, ainda que existam meios alternativos de educação, a escola é, e assim continuará sendo vista como a melhor forma de se obter conhecimento e socialização. Daí a opção em desenvolver o presente trabalho, em escolas, a princípio 02, localizadas, nos Municípios de Poções (800 discentes), e Vitória da Conquista (200 discentes), BA. Além da Escola ser uma instituição máxima de ensino, detêm os meios de levar os alunos a desenvolverem a capacidade de serem pesquisadores e questionadores de tudo o que os cerca. Ao explorar e compartilhar o conhecimento através do presente trabalho, a interação universidade-escola proporcionarão que os alunos enriqueçam seus pensamentos, no entanto, deve ser destacado que o processo de autonomia intelectual, emocional, social e moral se concretizam, de fato, somente quando a instituição de ensino afasta-se do modelo padronizado dando vez à aquisição de conhecimentos via atividades que exploram a capacidade criativa e interativa dos envolvidos no processo. Dessa forma a escola permite que alunos sejam protagonistas, isto é, tenham autonomia para pensar e agir. Possibilitando o desenvolvimento das capacidades em miríades de áreas indispensáveis como ser humano e cidadão.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar