«« Voltar
Conexão Medicina Veterinária da UDESC e o diagnóstico das enfermidades em animais selvagens
Protocolo do SIGProj:   282305.1534.239886.27092017
De:01/03/2018  à  31/12/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Renata Assis Casagrande
Instituição
  UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
Unidade Geral
  CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias
Unidade de Origem
  DMV - Departamento de Medicina Veterinária
Resumo da Ação de Extensão
  A criação de animais silvestres e exóticos é uma tendência crescente no Brasil. Entretanto, o desconhecimento sobre as doenças que os acometem, representa uma importante dificuldade para a conservação das espécies e a manutenção em cativeiro. O diagnóstico anatomopatológico e parasitológico são importantes ferramentas de estudo das doenças. Além disso, nos últimos anos a justiça tem solicitado nos casos de crime ambiental envolvendo animais selvagens, os conhecimentos de Medicina Veterinária Legal e Perícia Forense. Nessa temática, o presente programa tem por objetivo diagnóstico, treinamento e educação continuada em Medicina de Animais Selvagens através do estudo anatomopatológico e parasitológico das enfermidades, bem como da Medicina Veterinária Legal. Os animais selvagens mortos provenientes de zoológicos, criatórios, clínicas veterinárias, centros de triagem e núcleos de conservação serão submetidos ao exame anatomopatológico, que consiste na realização da necropsia, exame histopatológico e complementares. Os animais encaminhados pela Polícia Militar Ambiental serão submetidos a necropsia forense. Além disso, fezes de todos os animais serão analisadas para identificar a fauna parasitária helmíntica e protozoários. Serão realizadas também visitas técnicas a zoológicos, criatórios e centro de triagem onde estiver ocorrendo mortalidade. As informações sobre as doenças serão divulgadas aos veterinários e criadores através de laudos técnicos, e a polícia através de laudos periciais. Ciclos de palestras em Medicina de Selvagens serão realizados para alunos, médicos veterinários e a comunidade envolvida na conservação desses animais. Essas ações fortalecerão o elo entre ensino, pesquisa e extensão do curso de Medicina Veterinária da UDESC com a comunidade catarinense.
Palavras-chave
   Meio ambiente, enfermidades, crimes ambientais
Público-Alvo
  Esse programa tem como público alvo a comunidade envolvida na criação e conservação de animais selvagens, sendo composta por: -Alunos do curso de Medicina Veterinária da UDESC e demais instituições de ensino do estado, incluindo alunos de cursos relacionados como Biologia e Zootecnia; -Alunos de pós-graduação na área de Medicina de Animais Selvagens; -Policiais da Polícia Militar Ambiental -Médicos Veterinários, Biólogos, Zootecnistas, funcionários e estagiários de Zoológicos, criatórios, centros de triagem/ONGs e clínicas veterinárias -Criadores e conservacionistas de animais selvagens
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Site: www.cav.udesc.br
«« Voltar