«« Voltar
Unidade de referência para o uso sustentável de recursos florestais na Fazenda Experimental do CAV/UDESC (FEC)
Protocolo do SIGProj:   280937.1534.291967.29092017
De:01/03/2018  à  31/12/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Thiago Floriani Stepka
Instituição
  UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
Unidade Geral
  CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias
Unidade de Origem
  DEF - Departamento de Engenharia Florestal
Resumo da Ação de Extensão
  A utilização de recursos florestais representa em atividades de grande importância ambiental e socioeconômica no sul do Brasil, se constituindo em alternativas econômicas para muitos municípios e na fonte de renda e emprego no meio rural. Entretanto, muitas atividades, como por exemplo o manejo de erva-mate, produção de pinhão e práticas agroflorestais, desenvolvem-se em sistemas de produção com caráter extrativista e com pouco aporte tecnológico em comparação com outras culturas, sobretudo na região serrana de Santa Catarina. A presente proposta tem como objetivo a criação de unidades de referência no uso sustentável de recursos florestais na Fazenda Experimental do CAV (FEC). Neste sentido, o programa leva em consideração três ações de extensão: a) Instalação de Unidade de Referência Tecnológica (URT) para produção de erva mate; b) Instalação de Unidade de Referência Tecnológica (URT) para produção de pinhão, e; c) Instalação de Unidade de Referência para o desenvolvimento de práticas agroflorestais; Salienta-se que as ações “a” e “b” irão formalizar uma parceria com a área de transferência de tecnologia da Embrapa Florestas no que refere-se ao “Programa Erva 20” e a produção de pinhão por meio de enxertia. Assim, será solicitado uma de área de 12 ha na fazenda experimental do CAV para a implantação destas ações e que terão o propósito de realizar treinamentos, seminários, organizar dias de campo e acompanhar o desenvolvimentos de cultivares, de maneira a capacitar produtores rurais, técnicos e estudantes para substituir modelos extrativistas de produção, por modelos tecnológicos sustentáveis e rentáveis ao produtor rural.
Palavras-chave
   Tecnologia disruptiva, Inovação tecnológica no cultivo de erva mate, produção de Pinhão, Sistemas agroflorestais (SAFs).
Público-Alvo
  O público a ser atingido são proprietários rurais, em especial da Região da AMURES, Associação de Municípios da Região Serrana, os quais trabalham, ou mesmo dependem da silvicultura para sua sobrevivência. Assim como: do manejo da erva mate nativa e plantada, da produção de pinhão nativo e da associação da floresta com a agricultura e pecuária. Portanto, há a necessidade e interesse destes proprietários em novas tecnologias visando o aumento do rendimento financeiro de suas propriedades, bem como, na introdução de melhorias de manejo, conservação do solo, das áreas de conservação e da comercialização dos produtos. Novos produtores rurais que possuam interesse nas técnicas da cultura de erva-mate de alto rendimento; técnicos e estudantes com o propósito de fornecer treinamento para a disseminação das técnicas de cultivo estabelecidas no programa.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Contato com a AMURES, associações de produtores rurais, órgãos de extensão e a rádio UDESC
«« Voltar