«« Voltar
AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM MULHERES DA COMUNIDADE QUILOMBOLA “TIA EVA MARIA DE JESUS”: PLANEJAMENTO FAMILIAR E AGRAVOS PREVALENTES.
Protocolo do SIGProj:   279509.1523.283315.07082017
De:01/10/2017  à  01/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Barbara Mayumi Ferri
Instituição
  UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  Campo Grande - Unidade Universitária de Campo Grande
Unidade de Origem
  Medicina - Coordenação do Curso de Medicina
Resumo da Ação de Extensão
  A população negra no Brasil enfrenta as mais diversas formas de exclusão, sendo que a mulher sofre dupla discriminação: de raça e gênero. Quando marginalizadas há um afastamento desse grupo da educação e principalmente da saúde, refletindo assim em altos índices de evasão escolar e morbimortalidade. Entre os agravos que mais acometem tal grupo, podemos citar – por exemplo – a doença falciforme, desnutrição, anemia ferropriva, IST/HIV/aids, mortes violentas, mortalidade infantil, abortos sépticos, estresse, depressão, tuberculose, transtornos mentais, Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes Melitos. Baseada nos agravos prevalentes, a presente proposta do Projeto de extensão será desenvolvida na comunidade Quilombola “Tia Eva Maria De Jesus” - Campo Grande / MS, tendo as mulheres como público alvo, objetivando desenvolver atividades de Educação em Saúde, com o foco em planejamento familiar e agravos prevalentes. A Metodologia empregada será centralizada na Educação em Saúde, desenvolvida por meio de rodas de conversa, oficinas e palestras dialogadas, de modo a possibilitar a participação efetiva, a valorização do diálogo e o desenvolvimento da autonomia dos sujeitos
Palavras-chave
   Prevenção, quilombolas, saúde da mulher, educação em saúde.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar