«« Voltar
COMPARAÇÃO ENTRE METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA DO SOLO À PENETRAÇÃO EM RELAÇÃO A VARIAÇÃO DA UMIDADE (Cópia) 01-08-2017
Protocolo do SIGProj:   279195.1530.15464.01082017
De:01/08/2017  à  01/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Fábio Henrique Rojo Baio
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  CPCS - Câmpus de Chapadão do Sul
Unidade de Origem
  GAB/CPCS - Gabinete do Diretor
Resumo da Ação de Extensão
  Nos experimentos em agricultura se considera a umidade do solo como sendo uniforme no espaço e os resultados são frequentemente mal interpretados. Esse fato torna inadequada a comparação simples por uma análise de correlação dos diferentes mapas de resistência mecânica do solo à penetração (RP) na mesma área. Há menor acúmulo de umidade nas regiões onde há diminuição da fração argila do solo, influenciado pela diminuição dos microporos. O objetivo desse trabalho é avaliar comparativamente e desenvolver uma curva de correlação entre os resultados de índice de cone obtidos por três equipamentos de mensuração da resistência mecânica do solo à penetração em relação a variação de umidade. Serão utilizados os equipamentos: penetrômetro impacto do tipo Stolf; penetrógrafo eletrônico Falker Penetrolog; e penetrógrafo eletrônico Veris P4000. As profundidades das mensurações a serem analisadas serão de 0,00-0,10, 0,10-0,20, 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m. Nas parcelas serão realizadas as leituras de compactação do solo na linha e na entre linha do plantio, totalizando cinco leituras por aparelho por parcela experimental. As leituras de compactação do solo serão realizadas em estágios diferentes da cultura, com o solo em diferentes teores de umidade (capacidade de campo (CC), 75% da CC e 50% da CC).
Palavras-chave
   compactação do solo, agricultura de precisão, umidade do solo.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
  
«« Voltar