«« Voltar
Análise dos impactos ambientais proveniente de terremotos como o de Sichuan, na República Popular da China com magnitude de 8.3Mb e o de Mariana (MG) –Brasil com magnitude de 2.55Mb.
Protocolo do SIGProj:   278832.1530.8386.26072017
De:30/08/2017  à  30/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Edna Maria Facincani
Instituição
  UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Unidade Geral
  FAENG - Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia
Unidade de Origem
  Gab/Dir - Gabinete do Diretor
Resumo da Ação de Extensão
   O presente trabalho tem como objetivo quantificar e qualificar os impactos ambientais proveniente de terremotos, no caso específico deste trabalho, o terremoto ocorrido em 12 de maio de 2008, na zona de Wenchuan, província de Sichuan, na República Popular da China. A magnitude do evento segundo o Serviço Geológico Americano - USGS, foi 7.9 na Escala de Richter, mas de acordo com o Serviço Geológico Chinês, a escala variou entre 8.0 e 8.3. O terremoto foi claramente percebido em locais a mais de 2000 km de distância, como Pequim, Xangai, Bangladesh (Índia), Hanói (Vietnã). Também tem como objetivo analisar uma das possíveis causas do desastre de Mariana-MG, ocorrido em 5 de novembro de 2015. Neste caso foram dois tremores entre 2.01 e 2.55 na Escala de Richter, segundo os dados fornecidos pelo IAG/USP, sentidos três dias antes do evento, na qual em conjunto com uma estrutura danificada provocou o rompimento da barragem de Fundão, pertencente a Samarco. Deste modo, no presente trabalho se fará coleta de dados específicos sobre os tremores, abrangendo desde a coleta de imagens, cálculo de área afetada, espécies nativas e endêmicas pré e pós evento, tentando qualificar as principais alterações de flora e fauna.
Palavras-chave
   Terremotos, Impacto ambiental, Sichuan, Mariana.
Público-Alvo
  
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar