«« Voltar
Monitoramento e avaliação de práticas extensionistas: ferramental aplicado no 'Plantas Medicinais - educando para a saúde'
Protocolo do SIGProj:   276513.1344.201521.18062017
De:03/07/2017  à  30/11/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Alexandre da Silva
Instituição
  IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Unidade Geral
  Bento Gonçalves - Câmpus Bento Gonçalves - Extensão
Unidade de Origem
  EXT - Extensão
Resumo da Ação de Extensão
  A prática extensionista deve ser fomentada pela preocupação do alinhamento com seus objetivos e o impacto gerado pela mesma. Dado isso, esse projeto objetiva criar ferramentas para monitorar e avaliar resultados, efeito e impacto do Programa “Plantas medicinais: educando para a saúde”. No que tange a variável resultados se avalia o esforço na implantação das atividades em consonância com os objetivos do Programa. A variável efeito dá conta da efetividade dos resultados e produção sustentável – autogestão – dos beneficiários. O impacto mede a mudança de situação percebida pelo público beneficiário através de metodologias específicas. A avaliação será construída através de metodologias aplicadas aos públicos interno e externo ao Programa “Plantas Medicinais – educando para a saúde”.
Palavras-chave
   Monitoramento, Avaliação, Extensão, SROI
Público-Alvo
  O público-alvo dessa ação será formado por todos os envolvidos nas práticas do Programa de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves. Nesse sentido, como o Programa abarcará, em 2017, projetos de implantação e acompanhamento de hortas escolares; usos e aplicações das plantas medicinais em projetos paisagísticos; e execução da Semana das Plantas Medicinais; tanto os beneficiários internos ao campus como os beneficiários externos, serão alvo do ferramental de avaliação das ações de extensão aqui proposto.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
  
«« Voltar