«« Voltar
Descolonizando nossas áreas verdes - Uma proposta de transformação do espaço educativo pela inclusão etnoecológica de plantas das culturas indígenas e quilombola. (Cópia) 19-05-2017
Protocolo do SIGProj:   273045.1400.164861.19052017
De:05/08/2017  à  05/08/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Gabriel Vargas Zanatta
Instituição
  UFT - Universidade Federal do Tocantins
Unidade Geral
  CUG - Campus de Gurupi
Unidade de Origem
  FLO - ENGENHARIA FLORESTAL
Resumo da Ação de Extensão
  A descolonização das áreas verdes da Universidade pelo plantio de plantas importantes para os povos indígenas e quilombolas trarão um aspecto mais cultural para o ambiente educativo e assim mais acolhedor para os povos pertencentes à essas comunidades. Trazer o conhecimento tradicional dos povos indígenas e quilombolas sobre as plantas e seu cultivo de forma materializada nas áreas verdes do Câmpus de Gurupi. Se farão oficinas com os participantes para fortalecer o empoderamento e compartilhar as vivências e a visão de cada um sobre as plantas importantes para suas culturas e seus aspectos produtivos. Ao longo do ano espera-se estabelecer no Câmpus: um jardim Etnobotânico, uma roça tradicional indígena e quilombola, uma trilha interpretativa com espécies importantes do Cerrado e outras estratégias de conservação do material vegetal no espaço dos Grupos de Trabalho Indígena e Quilombola.
Palavras-chave
   Etnobotânica, Ação Afirmativa, Agroecologia, Educação diferenciada, Etnodesenvolvimento
Público-Alvo
  População Indígena e Quilombola da Microrregiao de Gurupi - TO; Estudantes Indígenas e Quilombolas da UFT;
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   zanatta@uft.edu.br
«« Voltar