«« Voltar
Saúde mental de crianças e adolescentes em escolas no Rio de Janeiro.
Protocolo do SIGProj:   272867.1484.8613.19052017
De:30/06/2017  à  30/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Jacqueline Fernandes de Cintra Santos
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  IESC - Instituto de Estudos de Saúde Coletiva
Resumo da Ação de Extensão
  Dentre os agravos de saúde mental, a ansiedade e a depressão são os principais transtornos relacionado ao humor e a afetividade. O custo pessoal e social da doença é muito elevado. Perdas de amigos e parentes, história familiar, ausência de confidente, acontecimentos vitais negativos e residência em área urbana são os principais deflagradores do sofrimento mental na infância e adolescência. Fatores estressantes no contexto familiar e escolar podem estar associados ao sofrimento mental nessa população, já que, na maioria das vezes, esse sofrimento é uma reação da criança diante de problemas. O desconhecimento, por parte dos pais e dos professores, da situação de sofrimento dessas crianças e adolescentes, por dificuldade no reconhecimento dos sintomas do sofrimento, o que dificulta o encaminhamento para o suporte. As repercussões na vida adulta são preocupantes. A família e a escola podem ser coadjuvantes no aparecimento da sintomatologia, mas, relações saudáveis e seguras são fatores protetivos. O presente projeto possui uma ação processual e contínua, de caráter educativo, social e de tecnologias de saúde, a partir de ações ampliadas para identificar situações de sofrimento mental na população estudantil e qualidade de vida por aplicação da Pediatric quality of life inventory (PedsQL) para crianças e Youth quality of life instryment (YQOL) para adolescentes. Será avaliada também sofrimento mental pelo Composite infant diagnostic (CID). Estão previstas atividades de debates com os alunos e, capacitação de professores para identificação precoce de alterações comportamentais nos alunos.
Palavras-chave
   sofrimento mental escolar, capacitação de professores, saúde mental
Público-Alvo
  Alunos das escolas municipais e estaduais do Rio de Janeiro (1º e 2º graus) e professores das mesmas redes.
Situação
  Atividade CONCLUÍDA
Contato
   Jacqueline Cintra IESC jacqueline@iesc.ufrj.br tel 997933891
«« Voltar