«« Voltar
Medicalização do corpo: contribuições da problemática de gênero para os processos de saúde e doença.
Protocolo do SIGProj:   271790.1484.233838.30052017
De:21/08/2017  à  01/12/2017
 
Coordenador-Extensionista
  Fernanda de Carvalho Vecchi Alzuguir
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  IESC - Instituto de Estudos de Saúde Coletiva
Resumo da Ação de Extensão
  O curso visa apresentar e discutir conceitos como gênero, medicalização, corpo, saúde e doença e seu contexto sociocultural e político de produção para oferecer subsídios que contribuam para fundamentação e reflexão crítica sobre a práxis de profissionais e estudantes atuantes no campo das ciências da saúde e das ciências sociais e humanas. Discutiremos trabalhos no âmbito dos estudos sociais das ciências que desvelam as dimensões social, histórica e política de empreendimentos científicos que fazem interface com a problemática de gênero, do corpo e da sexualidade. Propomos indagar como a problemática de gênero se articula às concepções e práticas sobre saúde e doença, com ênfase especial nos processos reprodutivos e de medicalização dos corpos “femininos” e “masculinos”, produção de diagnósticos e medicamentos. A discussão se pautará em pesquisas que abordam temas relevantes no âmbito da saúde, da sexualidade e da reprodução tais como contracepção, gravidez, maternidade, parto, amamentação, menstruação, hormônios, menopausa, andropausa, entre outros. Em tempo: obedecendo ao disposto no item 3.3.2.3 do edital rua 2017, este curso se alinha com o programa de formação continuada de servidores públicos (caso tenha que optar por 1 entre os 4 programas de formação). entretanto, cabe ressaltar, que o publico alvo do curso é heterogêneo (como discriminamos no item 1.3 deste formulário).
Palavras-chave
   medicalização, gênero, corpo, saúde, ciência
Público-Alvo
  Profissionais da área da saúde, alunos e alunas de Cursos de Pós-graduação lato sensu (Residências Multiprofissionais na área da saúde) e stricto sensu (mestrado e doutorado) e de Cursos de graduação nas áreas de saúde, ciências sociais e ciências humanas (saúde coletiva, psicologia, ciências sociais, serviço social, enfermagem, educação física, nutrição, dentre outros). Pessoas pertencentes a movimentos sociais e Ongs vinculadas à saúde.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   eduardabrandao@outlook.com pgsaudecoletivaufrj@iesc.ufrj.br
«« Voltar