«« Voltar
O adolescente como multiplicador de ações educativas para estilo de vida saudável para seus pares: uma experiência em ambiente escolar.
Protocolo do SIGProj:   271145.1484.101478.15052017
De:10/08/2017  à  10/08/2019
 
Coordenador-Extensionista
  Gloria Valeria da Veiga
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  INJC - Instituto de Nutrição Josué de Castro
Resumo da Ação de Extensão
  Implantação de programa de intervenção, por pares, para estimular a prática de hábitos alimentares saudáveis, atividade física e redução do sedentarismo, melhor aceitação da imagem corporal e prevenção de comportamentos de risco para transtornos alimentares, problemas estes interelacionados e associados à saúde de adolescentes. Nesta proposta, os pares, ou mutipliocadores, são, concomitantemente, receptores e transmissores de informação, como uma alternativa na abordagem da promoção da saúde com os adolescentes e se sustenta em um processo que ocorre naturalmente, permitindo aos jovens aprender muito uns com os outros. A responsabilidade de transmissão da informação e transformação é compartilhada entre os próprios atores, ao contrário das estratégias, tradicionalmente, aplicadas que se caracterizam por estilo pedagógico vertical, com pouca participação do próprio alvo da intervenção, ou seja, os adolescentes. As ações serão desenvolvido sob a forma de oficinas educativas quinzenais, de 1,5 hora, tendo como eixo principal temas relacionados a estilo de vida saudável, o corpo em movimento e a alimentação saudável, a interpretação de propaganda de alimentos, exposição de filmes, produção de vídeos, oficina de criação dietética, comunicação em Saúde e atividades físicas de acordo com as preferências dos adolescentes, todas planejadas para atender às motivações e expectativas do público alvo. A avaliação será contínua, após cada ação, através de questionários. As escolas foram selecionadas por terem participado de projeto de pesquisa anterior, com perspectivas de minimizar os problemas nutricionais encontrados, cumprindo a missão de aproximação da Universidade à comunidade e de integrar as ações de ensino, pesquisa e extensão.
Palavras-chave
   adolescentes, escolas, promoção da saúde
Público-Alvo
  Na primeira etapa do projeto, o público alvo são os adolescentes, de ambos os sexos, matriculados no 2º ano do Ensino Médio (EM) e no 7º e 8º anos do Ensino Fundamental (EF) em cada escola. Na proposta de implantação de ações de educação nutricional, incentivo a atividade física e aceitação da imagem corporal, os adolescentes do 2º ano do ensino médio serão os multiplicadores das ações que serão desenvolvidas para serem aplicadas aos adolescentes do ensino fundamental. São considerados “os pares” que serão veiculadores das mensagens educativas elaboradas com a sua participação direta, junto a equipe do projeto. O grupo de multiplicadores será constituído de 30 alunos, em cada escola (total: 90 alunos), selecionados com base em características de liderança e interesse no projeto, de acordo com indicações de professores. Na segunda etapa do projeto, além dos adolescentes já envolvidos na primeira etapa, o público alvo são também todos os adolescentes matriculados nas turmas de 7º e 8º anos do ensino fundamental de cada escola. Prevê-se a participação de 720 alunos nesta etapa, com base nas matrículas regulares no ano de 2017 nas escolas onde serão desenvolvidas as ações de extensão. O corpo social das escolas participantes (professores e gestores) e familiares dos estudantes, também consistem em público alvo do projeto já que as ações educativas elaboradas por e para os adolescentes, também serão compartilhadas com estes atores sociais considerando a imprescindibilidade da conscientização dos mesmos sobre o importante papel que exercem no processo educativo integral dos adolescentes.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
  
«« Voltar