«« Voltar
A História da Ciência no Brasil: o capítulo do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho
Protocolo do SIGProj:   270767.1484.97016.12052017
De:30/06/2017  à  30/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Karina Saraiva
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CCS - Centro de Ciências da Saúde
Unidade de Origem
  IBCCF - Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho
Resumo da Ação de Extensão
  O Espaço Memorial Carlos Chagas Filho (EMCCF), museu localizado no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF), desde a sua fundação em dezembro de 2000 sempre esteve associado a coordenação de extensão do Instituto de Biofísica (CATE). O EMCCF recebe publico d escolas da rede publica e privada de todo estado do RJ, ONGS, público externo de diversas formações para mostrar a importância da ciência desenvolvida em nosso pais. Alunos bolsistas associados a PR5 E PR1 recebem bolsa para serem mediadores no Espaço. A equipedo EMCCF desenvolveu uma exposição comemorativa em homenagem aos 70 anos do IBCCF inaugurada em dezembro de 2015. A exposição “A história da Ciência no Brasil: O capítulo do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho” é composta por cinco módulos temáticos, cada módulo conta a história dos cientistas de forma lúdica e com atividades interativas, mesclando conceitos científicos com elementos de experimentação e arte, de forma a promover comunicação e interação entre os visitantes, temas e mediadores. Além de preservar a memória do Instituto, o projeto visa abrir as portas da universidade ao publico externo de modo a divulgar e popularizar a ciência, suscitando discussões sobre temas e processos científicos, suas controvérsias, ética nas pesquisas e pensamento crítico por parte do público visitante, de modo a conhecer essas audiências e suas percepções sobre os temas abordados.
Palavras-chave
   Museu, Educação não formal, Divulgação Científica, Extensão.
Público-Alvo
  O público alvo deste projeto é o público escolar que visita o Espaço Memorial Carlos Chagas Filho. Por ser desenvolvido em um museu, abrange também professores, educadores, profissionais da área de divulgação científica e educação não formal, e o público circulante da UFRJ, formado por estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e servidores. Além disso, a exposição recebe a visita de pesquisadores nacionais e internacionais.
Situação
  Atividade COM RELATORIO PARCIAL
Contato
   tel 39386645 e mail memorial@biof.ufrj.br
«« Voltar