«« Voltar
CONTOS DO FUNDÃO
Protocolo do SIGProj:   270253.1484.251459.07052017
De:31/07/2017  à  30/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Adauri Silva Bastos
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CLA - Centro de Letras e Artes
Unidade de Origem
  FL - Faculdade de Letras
Resumo da Ação de Extensão
  A ideia é que cada participante escreva três contos de aproximadamente três laudas. Para tanto, todos são estimulados a bolar enredos originais, a serem desenvolvidos ao longo das semanas. Desde a sinopse até os fragmentos da narrativa da vez são postados na internet, em espaço acessível apenas aos participantes da atividade, que acompanham a produção uns dos outros. Durante o encontro semanal, todos podem opinar sobre o andamento da escrita dos demais e ouvir sugestões para sua própria história. Essas discussões naturalmente suscitam referências a contistas e romancistas de diferentes nacionalidades e períodos, da mesma forma que se nutrem de conteúdos advindos do âmbito dos estudos literários. Assim, noções como as de personagem e cena ganham uma nitidez valiosa para os escritos presentes e futuros dos participantes. Paralelamente à criação dos contos, os interessados podem recorrer a uma bibliografia capaz de lhes aguçar a consciência literária. Os ensaios propostos enfocam a ficção desde sua emergência na Antiguidade grega até a atualidade, passando pelas diferentes lutas que a imaginação precisou travar para se impor como faculdade humana merecedora de apreço.
Palavras-chave
   Conto, romance, ficção, literatura contemporânea
Público-Alvo
  A oficina pode ser frequentada por qualquer pessoa, desde que saiba ler e escrever. É importante que esta abertura não seja vista como demagogia, populismo ou falta de foco, pois se fundamenta nas teorias desenvolvidas pela importante corrente alemã dos estudos literários denominada Estética da Recepção, segundo as quais o ser humano é um ficcionista nato. Prova da pertinência desse pensamento encontrei a cada edição do curso durante o período em que o ofereci como disciplina optativa: mesmo os alunos que nunca haviam se aventurado a escrever ficção produziram narrativas perpassadas pela criatividade e perfeitamente legíveis. Agora, a cobrança de descrição 'clara e adequada em relação às questões qualitativas de seu público', feita pelo Revisor 1 do presente projeto, foi de grande valia, pois me estimulou a dar um passo importantíssimo no sentido de democratizá-lo e, ao mesmo tempo, caracterizá-lo como iniciativa de extensão: convidei a ONG Redes da Maré a firmar uma parceria mediante a qual indicasse, entre os moradores do Complexo da Maré, dez jovens para participarem de cada edição do curso. A excelente acolhida da Redes da Maré pode ser constatada na carta de oficialização da parceria que consta entre os Anexos. Assim, sobraram apenas 6 vagas externas, que pretendemos preencher a partir das manifestações de interesse que certamente surgirão no momento em que divulgarmos o curso por e-mail e pelas redes sociais. Por fim, como a atividade se desenvolverá na Faculdade de Letras, atrairá um certo número de estudantes e técnicos-administrativos tanto da própria unidade como -- conforme aconteceu durante o período em que o curso foi oferecido como disciplina optativa -- de outros cursos da UFRJ. Para atender a essa demanda, reservamos catorze vagas.
Situação
  Atividade COM RELATORIO FINAL
Contato
   Setor de Extensão da Faculdade de Letras da UFRJ
«« Voltar