«« Voltar
Rede dos Saberes
Protocolo do SIGProj:   269607.1484.98783.31052017
De:30/06/2017  à  30/06/2018
 
Coordenador-Extensionista
  Claudia Mesquita Pinto Soares
Instituição
  UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Unidade Geral
  CT - Centro de Tecnologia
Unidade de Origem
  COPPE - Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia
Resumo da Ação de Extensão
  A Rede dos Saberes será um canal de intercâmbio e geração de conhecimentos aplicáveis de forma prática e objetiva ao desenvolvimento socioeconômico e melhoria da qualidade de vida em comunidades de baixa renda. Envolverá o encontro dos saberes tradicionais acumulados nas comunidades e dos saberes científicos produzidos na universidade, acarretando um processo de trocas em rede, onde os nós dessa rede são detentores do conhecimento a serem compartilhados de forma horizontal e não hierárquica.A via principal de registro, compartilhamento e geração de técnicas, tecnologias, estratégias e soluções será um aplicativo para aparelhos móveis conectados à internet. Esse sistema proporcionará o acesso a passo a passos mostrando como resolver demandas das comunidades, relacionadas a uma ampla gama de temas. Os saberes serão registrados de maneira objetiva e automática em materiais como cartilhas, vídeos e passo a passos. O processo irá resultar no registro e conservação de saberes populares e na criação de acesso dos comunitários aos conhecimentos acadêmicos. A ação ocorrerá no âmbito da Rede de Comunidades do Semiárido, formada por cerca de 90 comunidades rurais do Semiárido nos estados de AL, SE, CE, PB, PE, PI, RN. Envolverá alunos de diferentes cursos de graduação e pós-graduação da UFRJ de maneira a envolver um grupo multidisciplinar. O Laboratório Herbert de Souza – Tecnologia e Cidadania vem atuando nesta rede de comunidades desde o ano 2000. Embora o foco deste projeto seja no semiárido, como o resultado é uma rede virtual de intercâmbio de saberes, qualquer comunidade no pais poderá participar.
Palavras-chave
   tecnologia social, desenvolvimento rural, empoderamento comunitário, ecologia dos saberes
Público-Alvo
  Na Universidade serão 15 alunos e 5 professores, de 5 áreas de conhecimento. Como o projeto inclui diferentes áreas do saber, serão priorizados os seguintes campos: Comunicação, que envolve o uso de diferentes linguagens, verbais e não verbais para o desenvolvimento de iniciativas de mobilização social na rede; Engenharias, o que atende a um dos objetivos do projeto que é a troca de conhecimentos em torno de soluções tecnológica inovadoras para demandas da comunidade;Geografia, já que o projeto se desenvolve em comunidades de diferentes localidades, que compartilham histórias comuns há muitos anos e esta combinação permite a visão desses locais como ' territórios usados', espaços onde se estabelecem os movimentos, as trocas e as relações em toda sua complexidade; Gastronomia, já que o projeto envolve o registro e a valorização da cultura e saberes locais e a culinária tradicional é um dos patrimônios culturais mais representativos do grupo; Ciência da Computação, levando em conta que entre as metas previstas está o desenvolvimento de aplicativo para celular, que conjugado com um site, será o repositório dos saberes compartilhados. O projeto envolverá cerca de 100 comunidades de agricultores familiares no Semiárido nordestino, com população estimada de 70 famílias por comunidade; considerando 5 pessoas por família em média, o total estimado é de 35 mil pessoas envolvidas.
Situação
  Atividade EM ANDAMENTO
Contato
   Laboratório Herbert de Souza- tecnologia e Cidadania Tel: (21) 3938-8074 presencial por meio a atuação de agente de campo e multiplicadores
«« Voltar